quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Derrubando um muro e levantando outros...

Fecho aqui o fim das lamentações.

Período complicado, mas necessário, que me foi útil para aprender e iniciar o crescimento. Como diria nosso presidente "O milagre do Crescimento está por vir".

Nada melhor para apresentar isso do que o próprio muro.

E como feito com o de Berlim em 09/11/89, digo que este será tombado.

Pelo menos pelo fato maior, desse mês de setembro difícil, mas que no fimzinho trouxe luz.

Pois bem, assim como todas história tem um começo, todas também tem um final.

Poderia ter sido mais, mas o destino assim não quiz.
Foi eterno enquanto durou! Que o caminho seja feliz.

--
E continue a nadar... Continue a nadar...

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Mentira e Omitir são diferentes sim.

men.ti.ra
sf (lat mentita, com dissimilação) 1 Ato de mentir; afirmação contrária à verdade, engano propositado. 2 Hábito de mentir. 3 Engano da alma, engano dos sentidos, falsa persuasão, juízo falso. 4 Erro, ilusão, vaidade. 5 Fábula, ficção. 6 O mesmo que leuconiquia. Antôn (acepções 1, 3 e 4): verdade; (acepção 5): realidade.

o.mi.tir
(lat omittere) vtd 1 Deixar de fazer ou dizer alguma coisa; não mencionar, deixar no esquecimento, de propósito ou não: “…os inimigos de Pombal omitem sistematicamente D. José” (Afrânio Peixoto). 2 Descuidar, desleixar, negligenciar.

Assim como para o dicionário para mim são coisas diferentes.

Mentira é mentira e ponto. Sem discussão. A pessoa que falta com a verdade, mente.

Pode se defender, nomear o tipo da mentira para ficar mais tranquilo, dizer que foi inocente, dizer que foi para poupar, para evitar um mal entendido, para proteger, para o que for. Não deixa de ser mentira. Boa ou má Mentira é mentira. 

A pessoa olha nos seus olhos e responde uma pergunta com uma falsa afirmação, ela mente, descaradamente e mantém a mentira até o fim. Não tem explicação lógica para confundir com omissão. Omitir é deixar de falar, não, falar uma coisa falsa.

Não falasse, não inventasse uma história bonita, planejada, arquitetada a dias. Pois dai sim machuca. Não a verdade, mas a mentira, o ato em questão, isso machuca.

E o que nos resta? É ai que nos pegamos. O que nos resta fazer?

Acho que aceitar que isso acontece, aceitar que todos falham mais hora, menos hora, mais ou menos vezes. Estar preparado para essas falhas é bom mas nem sempre possível. E simplesmente conviver com isso. Não depende de você mudar, aliás nada muda o que já aconteceu, não temos um DeLorean para voltar no tempo e refazer o que passou. 

Podemos nos chatear com isso, mas não remoer, no que não tem remédio, remediado está. Aceite e fique bem consigo mesmo. Como disse em alguns posts ai pra trás, tristeza passa, não é eterna, chateação passa, não é eterna. O fato fica marcado, mas não é eterna, cabe a nós dar a importância que queremos a isso.

Aconteceu. SIM. Paciência. Vamos tocando nosso barquinho.

E...

Continue a Nadar... Continue a Nadar...  

Soneto da Separação

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez o drama.
 
De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente
 
Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Vinicius de Moraes

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Noite Um - em Sol e Lá

Certa hora
sem demora
essa moça
vai-se embora
não é agora
e a loucura
dessa noite
se anuncia
hora quente
hora fria
e o abraço
que arrepia
o cansaço
principia
a saudade
desse dia
da vontade
desse beijo
desse cheiro
da loucura
da beleza
escultura
corpo em deusa
de uma Athena
tão serena
minha pequena
sua força
esperança
e a ternura
de criança
que bons ventos
tragam chuva
que inunda
o pensamento
mais cinzento
e o torna
transparente
passa rente
ao coração
que alivia
a tensão
não avisa
quando chegar
pra encontrar
corpos jogados
estatelados
entrelaçados
enamorados
os dois folgados
na sala de estar. 
Ufa!

Danibron

sábado, 25 de setembro de 2010

Versos Íntimos

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão - esta pantera -
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

Augusto dos Anjos

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Twittes Ocultos - #5

Amar sem ser amado e dormir sem sono. São coisas humanas e nos fazem mal. #Inevitavelmente

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Primeiro ele foi o cara metido da série acima, disputado por grande parte das meninas da escola... Depois, me aproximei do cara que era amigo do meu melhor amigo. E, claro, depois que conhecemos uma pessoa de perto, temos duas opções: mudar de opinião ou manter uma distância segura... Eu mudei de opinião. Ele se tornou simplesmente meu melhor amigo. O irmão que eu não tinha. Inseparáveis, era um sofrimento mortal ficar longe dele. Ele continua sendo meu melhor amigo... mas, de acordo com algumas previsões, a parte fraternal, bom... essa não durou! Mariiiiidooooo.... te amo, hoje, ontem, sempre e para sempre. Você me dá, todos os dias, o melhor presente de todos: caminhar ao seu lado... seja ladeira abaixo, seja morro acima, o que importa é contar com sua força, sua coragem... Claro que ladeira abaixo é mais fácil, afinal, temos dois tesouros lindos para carregar. Os nossos melhores projetos e as nossas melhores realizações: Bibi e Pepê!!! E vamos em frente, pois ainda temos muitos projetos a realizar! Bjk! 
(31/07/2008)


Eu te amo, sabia? De um jeito novo a cada dia, sempre bom, sempre completo.
(25/10/2009)


"Não creio" que não fiz um depoimento para minha amada aqui.Se fosse no Twitter: ELA É A MINA.
Como tem espaço letsgo (musiquinha de fundo: Iris - GooGooDolls)Poderosa, sabe o que quer, o que não quer e quando quer FALA.Maravilhosa, uma camaleoa, cabelo, maquiagem, roupas e produções, simplesmente LINDA.Estilosa, se tem alguém que pode arrumar seu estilo é ela, nunca vi ninguém mais copiada, lança moda, faz e acontece.Simpática, SIM eu escrevi SIMPÁTICA, se ainda não recebeu um sorriso, um carinho, talvez não tenha merecido.Inteligente, estudiosa, come livros e fala deum tudo com todos.
Essa é a Má, minha amiga, companheira, o AMOR da minha Vida. Não tenho dúvida que se tivesse que pedir o telefone dela de novo para me tornar seu amigo o faria sem pensar e traçaria de novo esse nosso caminho, já vivi mais com ela do que sem ela.
Nos deu o maior presente da vida, Beatriz e Pedro.
Mulher, mãe, filha, irmã, profissional e criança num mesmo dia, como disse ELA É A MINA!
MEAMAMA TE AMO
(26/06/2010)

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Meamama

Meamama?
Cansei de pedir.
Cansei de implorar.
Meamama!
Se não posso sorrir,
ao isso afirmar.
Meamama.
Já não posso chorar,
nem ao menos negar.
Meamama.
É triste aceitar
e ter que terminar.
Meamama.
Eu espero um dia,
essa coisa passar.
Meamama.
Meamama?
Meamama!

Felicidade e Tristeza

Felicidade e Tristeza

Fico feliz ao te ver resoluta, a te ver tão certa de decisões importantes.
Ao mesmo tempo que fico triste por saber que dessas decisões já não faço parte.

Fico feliz ao saber que se diverte como nunca antes, que dança, que pula e que sai.
Ao mesmo tempo fico triste por saber que não sou eu o parceiro ideal para essas diversões.

Fico feliz ao ver teu sucesso, ao ver os objetivos sendo alcançados um a um.
Ao mesmo tempo fico triste por saber que não é comigo que queres compartilhar as vitórias. Nem será comigo que vai discutir as pequenas derrotas.

Fico feliz em saber que descobriu, depois de muito tempo que existe um "eu" que precisa ser alimentado.
Fico triste por ter me perdido, por opção desse "eu" e o deixado de lado para viver apenas o "nós".

Tudo o que fizemos foram escolhas e por isso não lamentarei as minhas. Não deixei de fazer nada por causa dessa ou daquela pessoa, mas sim por mim, pois era mais fácil, era mais prática ou era mais CÔMODO.

Esse "mais cômodo" é o que mais me encomoda. Por ver que no fundo somos apenas um, que não existe duas metades da maçã, que não existe tampa de panela, não somos meio-seres, somos inteiros, completos e assim devemos nos bastar.

Fico feliz ao ver a busca da felicidade. E triste por saber que não é do meu lado.

Fico ainda mais triste quando vejo que não sou mais querido, que não sou mais parte de um todo. Que sou apenas mais um, apenas mais um da fila, que teve se momento. que teve sua chance, mas que passou.

Posso até pegar a fila de novo, mas o quanto disso vale a pena? Rastejar por alguém que não lhe deu os créditos necessários para o Amor.

De tudo, fico feliz pelas lembranças, pelas crianças, pelos bons momentos e ensinamentos.

Não digo que rirei disso um dia, mas com certeza essa tristeza diminui e pode até sumir. Porém as cicatrizes feitas serão eternas. E só quem sente o desprezo pode considerar a dor de ser ignorado, a dor de sentir a necessidade de se manter distante, a dor de ver o querer estar e ficar distante. Contrapondo tudo o que se viveu.

A lei do magnetismo do imã onde pólos inversos se atraem e pólos semelhantes se repelem é inversamente proporcional a lei do magnetismo humano, onde iguais se atraem e opostos se repelem.

Temos infinitas coisas mais em comum do que o contrário. Uma pena que teimamos em viver com pólos opostos do magnetismo humano.

O conviver não terá a mesma graça sem você durante muito tempo. Mas não impede minha busca por viver feliz e continuar buscando os sonhos.

Duas últimas coisas.

Eu prefiro ser feliz a ter razão.

Se navegar é preciso. Viver também é preciso.


---

Continue a nadar... Continue a nadar...

O fim pode ser o começo.

Ignorado! Melhor ser odiado.
Enganado pelo Amor, arrastado.
Na vida podemos ter um recomeço.
Por isso me olho, aprendo e cresço.
Para um dia eu deixar de esconder.

Esconder tudo que realmente sinto.
Das coisas que para os outros não digo.
Se a decisão é acertada ou não.
Ouvirei mais a Razão que meu Coração.
Pois dele eu minto, para não mais doer.

Doer no sofrimento da separação.
O fim da pretensa eterna união.
Fica agora estampado no rosto.
Do cheiro doce ao amargo desgosto.
O que cansamos de falar sem entender.

Entender que Amar foi nossa virtude.
Que buscamos dar certo com atitude.
Não só agora, mas desde o início.
Para mim isso é bom e é um vício.
Se me deixa dizer. Meu vício é você.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Desventuras em Série

Pois é. Mal acabou setembro e é esse o título para o mês.  Mas o fim do inferno astral desponta ao longe, bem perto de onde o planeta curva e vai crescendo dia-a-dia.

Se você acredita em inferno astral. É hora de aprender o que ele significa.

Na prática, inferno astral é o nome que dão ao período de um mês antes de nosso aniversário, onde algumas pessoas acreditam que aconteça fatos estranhos e ruins, um período de má sorte e de redobrar o cuidado.

Os especialistas dizem que ele existe sim e atribuem esses eventos aos astros e aos sentimentos que ficam confusos, causados pelo Stress pré-velinhas, ou do acúmulo de sapos engolidos. Fato é se não comemorar o aniversário direito, esse inferno astral pode demorar mais do que o previsto.

Uma coisa é certa. Quanto mais as pessoas acreditam em coisas ruins, mais elas acontecem. Isso tem a ver com a força universal, a força da atração. O que você pensa você quer pra você. Ou seja se você pensa em tristeza não ficará feliz. Se pensa que vai bater o carro, quebrar o vazo ou se machucar. A probabilidade disso acontecer por causa da sua ação redobrada é maior.

O melhor sempre é se prevenir e criar soluções agradáveis. Cuidar do corpo faz parte e ajuda, exercícios físicos, yoga e esportes, diminuem a ansiedade e aumentam a auto-estima, isso se forme feitos regularmente. E além de ser bom para mente é excelente para o corpo.

Lembre-se: "Mente sã, corpo são"

E ai vai ficar se lamuriando ou vai queimar essas idéias mirabolantes?

Continue a Nadar... Continue a Nadar...

Twittes Ocultos - #4

Amor é perdoar eternamente, confiar e mesmo quando duvidar de uma dor de barriga, ficar do lado e ouvir com carinho. Isso sim é Amor.

Twittes Ocultos - #3

Um anjo dormiu do meu lado hoje e eu não consegui parar de olhar. Esse anjo é lindo demais. Eu tenho um casal de anjos #Sortudo

sábado, 18 de setembro de 2010

Viva que é só uma vez (isso aqui não é vídeogame)

As vezes esperamos muito dos outros.
Esperamos o que não podem nos dar.
Por isso nunca esqueça de ser você.
Se misture a outras pessoas.
Aprenda coisas novas.
Leve a vida numa boa.
Mas não perca seu "eu".
Nunca desista das suas premissas.
Não se deixe levar pelo erro.
As vezes quando uma coisa não está boa.
É porque ela não é mais boa.
E isso não quer dizer que foi ruim.
O sempre e o nunca enganam muito.
E o que o Amor fez, nada desfaz.
Seja autor da sua história.
Seja O protagonista, ator principal.
E percebera que a vida é boa.
Não deixe que o falem o contrário.
Pois quem a nega a você é você mesmo.
Nunca culpe os outros pelos seus erros.
Assumí-los é uma virtude.
E evitar comete-los mais uma vez.
Como diria aquele que saiu do armário.
"Viva la vida louca"
Pois ela é uma só. E se errar levante.
E recomece. Nunca é tarde.

Continue a Nadar... Continue a Nadar...

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Previsibilidade e Inconstância (Blablabla para se auto-distrair)

Vamos lá uma pessoa tem diversas características que são mutáveis na vida, dependendo da visão de cada pessoa essa característica pode ser uma qualidades ou um defeitos

Duas características chatas de se encontrar numa pessoa e pior em si mesmo são a previsibilidade e a inconstância. 

Uma pessoa previsível torna a expectativa menor dos seus atos pois seus próximos sabem o que ela vai fazer em determinadas circunstâncias, pode ser bom ou pode ser ruim para a outra pessoa, bom pois ela pode contar com isso e sabe o que será feito ou ruim pois pode tornar a vida monótona, sem graça e pouco divertida.

Por exemplo uma pessoa diz "eu nunca mais vou fazer isso" mas o isso ela fez a vida inteira, conscientemente, e seus próximos sabem que ele vai fazer, seu histórico diz que ele vai fazer, seria uma surpresa se durasse anos sem fazer. Por exemplo, tem um episódio de Friends onde o Ross desafia o Chandler a apostar que ele não fica uma semana sem tirar barato dos outros. Isso é impossível para ele, ele é assim. É previsível que ele não consiga por isso se aposta.

Já uma pessoa inconstante não mantém uma linha de raciocínio eterna, pode ser confundida com volúvel, pode ser confundida com uma falta de assiduidade ou ainda com uma falta de fidelidade, tudo isso pode ser dito de pessoas inconstantes, mas a que mais vejo como "vantajosa de ouvir" e que utilizarei aqui é ser mutável. A pessoa muda de idéia conforme as informações que recebe. Mais uma vez isso pode ser considerado bom ou ruim, depende da outra pessoa que sente essa mudança na pele. Pode ser um simples, "nunca mais comprarei pãozinho nessa casa e quero ser um mico de circo se eu fizer isso" e minutos depoi dizer "vamos na padaria". Como pode ser algo muito desagradável, como ouvir: "vamos fazer o bolo de chocolate pois estou com vontade" e o inconstante responde "vamos sim", minutos depois outra pessoa diz "ai queria tanto bolo de doce de leite" e o inconstante fala para a primeira pessoa "doce de leite é bom também né?". Desagradável ouvir isso.

Gosto de utilizar exemplos bizarros, se uma pessoa diz que nunca entraria em uma casa em chamas, pois seria suicídio certo, mas ela vê dentro da casa seu filho gritando pedindo socorro, a informação mudou, ele tem um conceito formado de não entrar, mas a adição de informação ao ver seu filho lá dentro lhe faz entrar correndo sem pestanejar, sem planejar, podendo causar coisas piores. E porque isso? Porque ele de pose de uma nova informação mudou sua opinião. 

Outro exemplo que pode ser considerado esdrúxulo, mas infinitas vezes menos trágico é encontrar um pai que diz ao filho, "você vai comer tudo antes de sair dai". Eles fizeram esse trato, mas no meio do prato a criança não consegue mais comer, o pai condoído com o desespero da criança que chora (mesmo tendo milhares de pessoas que não tem nada para comer) muda de idéia pois viu que a criança se alimentou bem e pode até manter uma sobremesa, resgatando fatos para sua auto-afirmação, "mas ele tem comido bem nos últimos x dias" ou "ele creceu 4 cm em um mês". Fato é foi inconstante e se tornou vulnerável. Podendo se tornar inclusive previsível aos olhos do filho que pode passar a manipulá-lo sempre com os mesmos argumentos.

Pais só vêem isso e aceitam depois que é tarde demais.

Bom, mas tudo isso pra que? Por quê? Pois acredito piamente que sou/fui inconstante em certas ocasiões, que eu nem achava que era e que me fizeram mal e fizeram mal a pessoas próximas, filhos, mulher, família ou amigos. Mas fui em outras por me PERMITIR olhar o outro lado e nessas horas não fiz o mal, mas sim o bem.

Assim como fui previsível (e muito previsível, igual a saber que a noite vem depois do dia) que não iria fazer certas coisas, ao primeiro sinal de um "presta atenção no que você esta falando" ou um "se liga". Tal qual um adolescente dentro do quarto com som alto ouvindo patience, querendo chamar atenção. Mas também fui previsível quando não desisti de alguns ideais, quando as pessoas depositaram confiança em mim e eu mantive minha palavra e dei minha cara a tapa para bancar algo ou alguém.

Como diria minha avó Antônia: "Quem quer fazer, faz. Não anuncia. Olha seu omelete de batata aqui."

Cotinue a Nadar... Continue a Nadar...

Previsões de uma Mente Perturbada - #2

Purulam... Chegou um SMS

"E ai você vai aparecer lá né? Começa as 19:00 tá? estamos te esperando."


Ele pensa: Putz, tinha esquecido dessa bagaça e agora?

Liga para alguém: Você vai chegar cedo? Ah que ótimo, vou demorar tá, chegarei tarde.

Banho, roupa e rua.
Metrô lotado, calor e caminhada.

Ele toca o interfone.
PRURURURURU.

Abrem a porta sem perguntar quem é.

Sobe as escadas e pergunta para a moça sentada em uma das mesas no final da escada:
- Onde vai ser?
Ela só aponta para os fundos do galpão.

O anfitrião com sorriso larga ao lhe ver solta um:
- Que maravilha, você veio. Te mandei um SMS você viu?

Ele:
- Vi, estava a caminho, não faltaria a isso por nada.

E a noite transcorre normalmente...

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Pare! Pense! Espere!

Gostaria Muito

Gostaria muito de ser diferente.
De só fazer coisa maneiras.
De ser necesário para alguém.
De não pensar besteiras.


Ao mesmo tempo quero ser igual.
Quero ser racional.
Ter um pensamento lógico e prático.
Ser mais coeso, menos variável.

Cansei de me contentar com pouco.
De pensar o que os outros pensam de mim.
De fazer as coisas para agradar os outros.
Estar sempre longe do meu objetivo.
Só dar valor a algo perdido.
Quero e preciso aprender a me Amar.

Sim, eu não soube me Amar.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Across the Universe - All You Need Is Love

Tudo o que o mundo precisa é Amor.

Com mais amor salvaremos o mundo das pessoas que só pensam com seu umbigo.

Conselhos para os Filhos (Amigos) - 2010

Meus queridos filhos e quem assim se achar (amigos, parentes e afins),

Posso dar alguns conselhos nos meus 34 anos de vida, resta saber se os querem ou não.

Ai vai...
  • Se seu melhor amigo ou sua melhor amiga estiver apaixonado ou apaixonada por você e isso for recíproco, vai fundo, as vezes a paixão acontece uma vez e é um bom local para nascer os grandes amores .
  • Olhe nos olhos da pessoa que conversa com você. Te trará grande força e respeito.
  • Mantenhas seus amigos por perto, o mais perto que puder e trate-os sempre com carinho.
  • Não abra mão de conceitos que você zela com fervor para satisfazer outras pessoas. Você não ganhará nada em troca.
  • Sorria sempre, isso pode mudar o mundo, abre portas e ajuda a fechar outras.
  • Mantenha sempre um tempo para você. Ler, correr, nadar, andar, faça algo sozinho. Se baste.
  • Faça qualquer coisa para os outros sem querer nada em troca.
  • Nunca cobre o que você fez, mesmo que dê aquela vontade "monstro" de falar: "Mas eu fiz isso...".
  • Ajude o próximo quando você se sentir apto e tiver vontade, não seja egoísta, mas não viva satisfazendo apenas os outros.
  • Se estiver com raiva ou ódio não fale, você pode ser cruel nessas horas de um jeito que você nem imagina.
  • Nunca ignore ninguém, muito menos seus amigos. Ser ignorado é a coisa mais triste que alguém pode sentir.
  • Comprimente todos os conhecidos e se der vontade alguns desconhecidos também.
  • Faça cursos que você goste, o elementar você aprendeu na escola.
  • Não se limite a sua área de atuação, seja um curioso multidisciplinar.
  • Não apenas se informe das coisas que você gosta, se aprofunde, as coisas que você mais gosta te farão mais felizes.
  • Trabalhe onde você quiser, não existe barreiras para nada nesse mundo.
  • Se não usar calcinha ou cueca apare bem os pelinhos. tome cuidado com o ziper, ele pode machucar.
  • Se usar gravata deixe algo solto em você. Não use cueca ou use no máximo um samba-canção ou não use relógio.
  • Não tenha medo de amar e se machucar, isso vai acontecer, mais cedo ou mais tarde.
  • Tente não machucar outras pessoas, mas se acontecer se desculpe.
  • Depois de fazer exercícios, espere para tomar banho, se vocês tomarem banho logo na seqüencia, seu corpo vai suar de novo.
  • Cuidado com a comida, principalmente se ela se mexer.
  • Só use o que realmente lhe servir, nem todas roupas, palavras e atitudes cabem, podem ficar presas ou soltas demais.
E por fim, não siga meus conselhos, faça o que você sentir que é certo. Seu sentimento conta mais que mil conselhos.

Eu amo muito vocês.

Beijos

Continue a Nadar... Continue a Nadar...

domingo, 12 de setembro de 2010

Twittes Ocultos - #2

Tudo é motivo para briga ou cara feia agora. Vamos ou não nos conservar?

Casamento da Daniela (minha última cupida)

Eu acho que quem escolhe casar em Setembro quer um pouco das boas vibrações do mês mais lindo do ano.

Só pode. E como tem gente casando em Setembro.

Ontem (dia do meu aniversário) fui em um casamento, da amiga da minha mulher, a Daniela. A princípio não queria ir, pelo motivo, mais infantil, ou melhor juvenil/adolescente possível: A Dani é quem me substituiu como melhor amiga em um momento difícil, nossa separação em 2005 e esteve do lado dela durante todo o tempo.

Acontece que pensando bem a Dani também foi a pessoa que me ligou ALGUMAS VEZES dizendo a falta que a Má sentia de mim, o quanto ela ainda gostava de mim e o quanto ela queria voltar. Foi a ela que agradeci por telefone nosso retorno, ou seja ELA FOI NOSSA CUPIDA. Então como sou inconstante e uma metamorfose e como dessa vez não mexia com ninguém, não mudava a ordem das coisas ou um combinado (o que agora presto muito mais atenção), resolvi ir.

E foi bom. Na igreja um casamento engraçado, um padre ator/cantor que celebrou a união. No Buffet uma festa boa, me diverti bastante, dançando, bebendo e conversando, com pessoas que nunca tinha visto.

A própria noiva eu tinha visto pessoalmente uma vez só. (A propósito a figura acima não é a noiva).

Bom, essa pode ter sido a última aparição social do casal quase 20.

Beijos e...

Continue a Nadar... Continue a Nadar...

sábado, 11 de setembro de 2010

Feliz Aniversário Danibron

Bom, 34 anos completos.

Adorava aniversários, até hoje.
Mais uma data que não me dirá mais nada.
Mais uma data que vai pro saco.

Porque? Por que me sinto assim.

Nada do que comemorar, nada do que cantar parabéns. Uma reunião de café da manhã com a familia e boas.

Um aniversário sem bolo, sem brigadeiro, sem coisas especiais, sem amigos, sem festa, sem música, sem risadas, sem piadas, sem um mínimo cartão de parabéns. Pois bem, esse foi meu aniversário. Obrigado aos amigos e familiares pela lembrança se foi assim foi porque eu não deixei que fosse diferente.

Por isso, mais uma vez eu digo, tenho que me bastar. Ser o suficiente pra mim.

{Editado dia 02/10 - No dia 12 teve um bolinho simbólico na casa de papis&mamis hehehe}


E...

Continue a nadar... Continue a nadar...

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Um excelente Mantra: Continue a nadar...

A Dori era esquecida, muito esquecida.
Memória curta só pro endereço onde poderia estar o Nemo.
Que além de falar Baleeis, também é uma Filosofa e diz:

Se a vida o decepciona o que é que você faz?
Continue a Nadar... Continue a Nadar...
Um excelente mantra.

Seja bem vindo

Acho que hoje é a primeira vez que alguém do Brasil vem ver meu Blog.

Já recebi visitas do Canadá, EUA, México, França e China, mas do Brasil acho que é a primeira.

Que honra. Deixe seu comentário.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Eu, por mim mesmo.

Aos meus olhos,
sou um cara legal,
bom pai,
bom marido,
bom filho,
bom amigo.
Mas as vezes
bom é insuficiente.
E quando assim o é
quem esta do seu lado
sente.
Quero mudar o mundo,
resolver seus problemas,
abraçar suas causas,
entre coisas boas e más
tenho mais as boas.
Tento aprender com as más.
Sem esquecer a Má.

AMOR

AMOR, o mais limpo AMOR,
o mais bonito, o mais direto AMOR.
Que alguém pode sentir.
Mas se não é em duas direções
não tem sustentação mesmo.
Nada tirará ele do chão se não for a quatro mãos.
Se não for em dois corações.
Se não for em duas cabeças.
Sem crença nesse AMOR.
Sem desejo por esse AMOR.
Sem admiração Mútua.
E digo que te admiro, como Mulher.
Como a grande profissional que és.
Como a maravilhosa mãe que és.
Como uma guerreira, que se cuida.
Como uma DEUSA grega, que conquistou a sabedoria.
Como estudiosa e responsável.
Como COMPANHEIRA.

Eu Te AMO.
Muito, Hoje e SEMPRE

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Quase 20 - Uma linda história de Amor, que chega ao fim.

Eu tive medo...
Medo de esquecer o que foi bom
Medo de focar em coisas ruins.
Ontem eu tive medo.

Medo de não aguentar a dor que bate em meu peito.
De que ele parasse, de que tudo virasse um nada sem razão.
Pensando bem, não foi só ontem, mas a cada briga eu sinto isso.
Ontem foi mais forte, mais intenso e impossível de controlar.

 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 ----------------------------------------------------------------------------
 Uma Longa história de amor que não deve ser lida por mais ninguém. E que como todas as histórias de Amor uma hora chega ao fim.

Possibilitando a criação de uma nova história, com atores diferentes, com escritores diferentes em lugares diferentes ou não, repetindo esse ou aquele ator, o escritor ou o lugar.

Who knows?

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Previsões de uma Mente Perturbada - #1

Telefone toca.
"Sun, sun, sun, here we come..."

Ele: - Oi... tudo bem?
Ela: - Tudo.
Pequeno silêncio.
Ela: Você não vai no meu pai né. Estava pensando em dar uma passada lá e depois dar uma volta no shopping e (1 - depois nós comemos ou 2 - comerei algo por lá), tudo bem?
Ele: - Tudo tranquilo.
Ela: - Então tá. Beijos.
Ele: - Beijos.

Fim.

Twittes Ocultos - #1

Acho que o pior sentimento é o de ser ignorado, pior que ser odiado pois nesse caso o ser se importa, ignorado você é igual uma porta aberta.

domingo, 5 de setembro de 2010

Re-Mudança e Valores... Será o Fim dos Dinossauros?

Pois é...

Mudança, é duro saber que uma coisa esta mudando, é duro aceitar, principalmente se você não quer. A um mês mais ou menos escrevi sobre MUDANÇA, principalmente sobre apoio e todo aquele blablabla da familia, amigos e afins.

Re-aprendi que "NÃO SE DEVE CONTAR COM O OVO NO CÚ DA GALINHA".

Se Murphy existe eu não sei, mas a regra dele é do caralho. Sempre alguma coisa vai fuder, sempre uma merda vai acontecer.

Pois bem, aconteceu, e não sei mais o futuro das mudanças, preciso pensar em OUTRA MUDANÇAS agora. Em outras pessoas que estão querendo mudar.

Não quero, não gosto dessa mudança. Não por sair de uma zona de conforto, por acreditar que se houver AMOR não é necessária. Mas acho que não existe todo esse Amor.

É Gostar, querer bem, isso até existe. Pode-se até chamar de Amor, mas não o suficiente (pelo menos de um dos lados) para que consigamos viver. E o pior é constatar que coisas que eu dizia a muito tempo, como tempo para os amigos, tempo para você mesmo, que as vezes jogar conversa fora é bom e que as vezes você perde a noção do tempo, mesmo sabendo que tem alguém te esperando, de uma hora para outra se torna válido, e por incrível que pareça quase ao mesmo tempo que você larga a mão dessas coisas (e me pergunto: PORQUE LARGUEI MÃO DISSO?).

Horário marcado para sair, para chegar (mesmo que você dependa de outros fatores como carona ou transporte público), celular sempre disponível, comete-se um erro, mas liga todo apavorado. E agora?

Agora o pior, pois se torna válido o que você fazia e você sabe só quando está acontecendo. Toma um perdido MONSTRO e ainda fica parecendo culpado.

Sabe, nunca mude seus valores por ninguém. Isso não será visto da forma mais agradável.

Quando você queria jogar volei com os amigos era assim.
Quando você queria jogar video-game com os amigos era assim.
Quando você queria viajar com o time de volei/hand da faculdade para um campeonato era assim.
Quando você vai ficar jogando Flag por 8 horas num dia (dentro de um universo de anos) era assim.
Quando você queria sair com seus amigos para ir num Happy Hour era assim.
Quando você queria jogar Poker era assim.
Quando você queria joagr Futsal e ficar depois discutindo os jogos de quarta era assim.
Quando você queria ir assistir um jogo de NFL, NBA ou o que seja era assim.

Mas do nada, sem mais nem menos aquela coisa aparece. Como se fosse a idéia de criar o primeiro Post-it ou mesmo a roda. Precisamos de tempo para nós, para sairmos com nossos amigos, para ficar sozinho.

SIM PRECISAMOS E FAZ TEMPO. E ISSO NÃO QUER DIZER QUE EU GOSTE MENOS, PELO CONTRÁRIO SE EU VOLTO COM SAUDADE É PORQUE EU TE AMO, PORQUE TEM COISAS BOAS PORQUE VOLTAR.

Pena que só agora entende-se isso.

Resumindo: NÃO ABRA MÃO DOS SEUS VALORES, NÃO QUE CUSTE CARO, MAS DOE.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Só um Beijo, mas que Beijo!!!

Eu queria só um beijos.
Não a velha aventura.
Mas sim a eterna saga.
Só um beijo, esse é meu desejo

Não que precise parar por aí.
Podia ter um: "Vamos sentar ali!"
Na soleira da porta pra ver o luar.
Demorando para entrar.
Só pra namorar.

Queria poder ganhar um beijo
e sem medo de pedir um abraço
colado, juntinho e apertado
pra ficar de ladinho no sofá.

Queria muito esse beijo,
mas pelo visto será só um desejo.
pois de quem eu quero,
não vou mais ganhar.

Nem sei mais que beijo.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Samba do Grande Amor (Chico Buarque)

Tinha cá pra mim
Que agora sim
Eu vivia enfim
O grande amor
Mentira
Me atirei assim
De trampolim
Fui até o fim um amador
Passava um verão
A água e pão
Dava o meu quinhão
Pro grande amor
Mentira
Eu botava a mão
No fogo então
Com meu coração de fiador
Hoje eu tenho apenas
Uma pedra no meu peito
Exijo respeito
Não sou mais um sonhador
Chego a mudar de calçada
Quando aparece uma flor
E dou risada do grande amor
Mentira
Fui muito fiel
Comprei anel
Botei no papel
O grande amor
Mentira
Reservei hotel
Sarapatel
E lua de mel
Em Salvador
Fui rezar na Sé
Pra São José
Que eu levava fé
No grande amor
Mentira
Fiz promessa até
Pra Oxumaré
De subir a pé o Redentor
Hoje eu tenho apenas
Uma pedra no meu peito
Exijo respeito
Não sou mais um sonhador
Chego a mudar de calçada
Quando aparece uma flor
E dou risada do grande amor
Mentira

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Amor - pois que é palavra essencial.

Amor – pois que é palavra essencial
comece esta canção e toda a envolva.
Amor guie o meu verso, e enquanto o guia,
reúna alma e desejo, membro e vulva.

Quem ousará dizer que ele é só alma?
Quem não sente no corpo a alma expandir-se
até desabrochar em puro grito
de orgasmo, num instante de infinito?

O corpo noutro corpo entrelaçado,
fundido, dissolvido, volta à origem
dos seres, que Platão viu completados:
é um, perfeito em dois; são dois em um.

Integração na cama ou já no cosmo?
Onde termina o quarto e chega aos astros?
Que força em nossos flancos nos transporta
a essa extrema região, etérea, eterna?

Ao delicioso toque do clitóris,
já tudo se transforma, num relâmpago.
Em pequenino ponto desse corpo,
a fonte, o fogo, o mel se concentraram.

Vai a penetração rompendo nuvens
e devassando sóis tão fulgurantes
que nunca a vista humana os suportara,
mas, varado de luz, o coito segue.

E prossegue e se espraia de tal sorte
que, além de nós, além da prórpia vida,
como ativa abstração que se faz carne,
a idéia de gozar está gozando.

E num sofrer de gozo entre palavras,
menos que isto, sons, arquejos, ais,
um só espasmo em nós atinge o climax:
é quando o amor morre de amor, divino.

Quantas vezes morremos um no outro,
no úmido subterrâneo da vagina,
nessa morte mais suave do que o sono:
a pausa dos sentidos, satisfeita.

Então a paz se instaura. A paz dos deuses,
estendidos na cama, qual estátuas
vestidas de suor, agradecendo
o que a um deus acrescenta o amor terrestre.

Carlos Drummond de Andrade