quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Mentira e Omitir são diferentes sim.

men.ti.ra
sf (lat mentita, com dissimilação) 1 Ato de mentir; afirmação contrária à verdade, engano propositado. 2 Hábito de mentir. 3 Engano da alma, engano dos sentidos, falsa persuasão, juízo falso. 4 Erro, ilusão, vaidade. 5 Fábula, ficção. 6 O mesmo que leuconiquia. Antôn (acepções 1, 3 e 4): verdade; (acepção 5): realidade.

o.mi.tir
(lat omittere) vtd 1 Deixar de fazer ou dizer alguma coisa; não mencionar, deixar no esquecimento, de propósito ou não: “…os inimigos de Pombal omitem sistematicamente D. José” (Afrânio Peixoto). 2 Descuidar, desleixar, negligenciar.

Assim como para o dicionário para mim são coisas diferentes.

Mentira é mentira e ponto. Sem discussão. A pessoa que falta com a verdade, mente.

Pode se defender, nomear o tipo da mentira para ficar mais tranquilo, dizer que foi inocente, dizer que foi para poupar, para evitar um mal entendido, para proteger, para o que for. Não deixa de ser mentira. Boa ou má Mentira é mentira. 

A pessoa olha nos seus olhos e responde uma pergunta com uma falsa afirmação, ela mente, descaradamente e mantém a mentira até o fim. Não tem explicação lógica para confundir com omissão. Omitir é deixar de falar, não, falar uma coisa falsa.

Não falasse, não inventasse uma história bonita, planejada, arquitetada a dias. Pois dai sim machuca. Não a verdade, mas a mentira, o ato em questão, isso machuca.

E o que nos resta? É ai que nos pegamos. O que nos resta fazer?

Acho que aceitar que isso acontece, aceitar que todos falham mais hora, menos hora, mais ou menos vezes. Estar preparado para essas falhas é bom mas nem sempre possível. E simplesmente conviver com isso. Não depende de você mudar, aliás nada muda o que já aconteceu, não temos um DeLorean para voltar no tempo e refazer o que passou. 

Podemos nos chatear com isso, mas não remoer, no que não tem remédio, remediado está. Aceite e fique bem consigo mesmo. Como disse em alguns posts ai pra trás, tristeza passa, não é eterna, chateação passa, não é eterna. O fato fica marcado, mas não é eterna, cabe a nós dar a importância que queremos a isso.

Aconteceu. SIM. Paciência. Vamos tocando nosso barquinho.

E...

Continue a Nadar... Continue a Nadar...  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!