segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Saudade não tem tradução?

Não, não tem.

Talvez porque sua definição seja vaga demais, mesmo para nós latinos, de sangue quente e coração mais do que pulsante.

Me deparo então com definições vagas, de que saudade é mais ou menos um sentimento melancólico de incompletude ligado pela memór.... PARA. Saudade não é isso, ou melhor não é só isso. 

Vou em outro lugar e leio que saudade é o sentir falta do que já teve... PARA não é só isso.

E dai me vejo forçado a definir Saudade. Me vejo tentado por uma força interior que me mostra durante muito tempo o que é Saudade, que me faz sentir Saudade.

E mais ainda me leva a crer que realmente saudade não tem tradução, pois a definição é vaga e Saudade é um sentimento que nega outros sentimentos, que desperta outros sentimentos e que mais do que tudo nos faz lembrar. Pois quem não lembra... não tem saudade.

Poderia usar Chico Buarque diversas vezes e suas tantas definições de saudade, como na música Pedaço de mim, que só nela nos trás 4 ou 5 exemplos e destaco essa: "Saudade é o revés de um parto...Saudade é arrumar o quarto do filho que já morreu...".

Mas não, não usarei apenas isso. Então trago aqui o que para mim é Saudade. E convido a todos a escrever o que para você é saudade. Tenho CERTEZA que essa reflexão nos trás coisas boas. Nos trará textos lindos.


Saudades: por Daniel Bronzeri B.

Saudade é um sentimento.
Que trás vários outros e nos joga na cara.
Mas também pode ser o não sentir.
Pois a saudade vem ao não ouvir o bom dia.
Pode vir ao não sentir um cheiro, inesquecível.
Ou até ao não tocar os lábios de um grande amor.
A saudade também vem das belas recordações.
Da angústia da espera em ver outrem.
Da emoção contida ao ouvir a músca do celular.
Da impossibilidade do toque, mesmo estando ali, na sua frente.
A saudade é um mosaico, um tangram de sentimentos.
Reforçado pelo não sentir.
Não sentir o som da voz a qualquer hora.
Não sentir aquele cheiro bom.
Não sentir o toque suave de sua pele.
Não sentir a beleza de suas formas.
Não sentir o gosto de seus beijos.
Mas também de um dia ter sentido tudo isso.
Vem do lembrar de como é bom.
Do saber que você já teve aquilo.
Da falta que isso pode te fazer.
Mas que mesmo assim, a vida segue seu rumo.
Lentamente, navegando por um mar de incertezas.
Voando por um céu escuro, porém estrelado de momentos.
E que no horizonte sabemos e guardamos a esperança.
De que um novo dia há de raiar.
E que nesse dia sentiremos de novo,
Tudo aquilo que valorizamos na falta.
Saudade é um sentimento, que desperta outros e esconde alguns.
Mas que acima de tudo nos faz querer reviver algo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!