sábado, 6 de novembro de 2010

Resposta ao "Pacote Completo"

Li esse texto no blog "Salada Mista" e não aguentei. Tive que fazer um comentário.

http://elise-saladamista.blogspot.com/2010/11/o-pacote-completo.html

"Minha opinão, vi seu texto pelo twitter de minha ex-mulher (nos damos bem, acredito eu), mas achei um pouco sexista. Dizer que esse problema é apenas de mãe solteira, separada ou divorciada.

Ta bom que nossa sociedade é machista ainda (mesmo com uma mulher na presidência), mas eu vou em reunião de escola, apresentações de ballet, conselho de classe, conversa com coordenação e festinhas de amigos, as vezes ate mais que minha mulher. Converso com minha filha de 10 anos e com meu filho de 7 sobre tudo (de namoro a provas dQuando separei não abri mão da guarda compartilhada, eles ficam uma semana inteira comigo e uma semana com a mãe e dividimos TODOS os problemas, com livre acesso aos pequenos.

Ou seja tenho os mesmo problemas que uma mãe solteira/divorciada/viuva, para preservar minha casa e não levar uma qualquer no meu lar, arrumar alguém que ature meus filhos e também que aceite ficar comigo sabendo que não poderei dar um filho (fiz Vasectomia quando meu mais novo tinha 2 meses e não me arrependo).

Não posso dar filhos, o desejo da grande maioria das mulheres. E tenho a atenção prioritária para os meus pequenos, poderia ficar por ai chutando lata e dar uma de hardy "oh vida... Oh azar'.

Mas não me acho superior, nem acho que uma mulher que aceite essas condições superior. Acho apenas que seremos mais adaptáveis as circunstâncias.

Tempo para namorar, quem namorar, onde namorar sempre se arruma. Basta procurar bem, como sempre deveríamso fazer.

O mundo é das mulheres, cada vez mais, mas é preciso não pensar como o sexo frágil por ter uma força "braçal" inferior, é preciso saber que a força psciologica e emocional deixa as mulheres sempre um passo a frente. É preciso usar isso ao favor das mulheres.

É isso.

Beijos

Daniel Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!