quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Terapia de escrever!

Tem dias que a noite amanhece.
Que você nunca se esquece.
O que estava sonhando.
E olhos lacrimejando.

Tem dias que você já não cresce.
Que apela pra todas preces.
E se encontra rezando.
Como se meditando.

Pros Deuses e seus filhos de pó.
Ficando cada dia mais só.
Mesmo junto de gente.
Amado mas carente.

E escrevo palavras, desprendo.
Sentimentos soltos a esmo.
Frases rimando ao léu.
Fazendo desenhos
com nuvens 
no céu.

Tem dias...


Daniel Bronzeri Barbosa (27/01/2011)

Um comentário:

Pode meter a boca!