terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Quem não deve, não teme!


É triste se deparar com profissionais tão despreparados e anti-éticos. Que utilizam informações para seu único e exclusivo bem. E pior nem sabe se lhe faz bem mesmo.

Estamos cercados desses, que possuem "carteiras" que julgam fortes, mas que de certo são apenas subterfúgios para a picaretagem.

CERTO faz a OAB em ter criado um exame que mostra o quão correto e entendido é aquele profissional. Deveria ser aliado a isso breves resumos que poderiam ser anuais, da prática desse profissional, assim garantiríamos os bons profissionais, ou pelo menos teríamos uma base de avaliação que não critérios pessoais de amizade.

A sociedade (e eu por óbvia inclusão) está rodeada desses pseudo-profissionais, eles são: Psicólogos, Médicos, Engenheiros, Advogados, Administradores, Professores, Políticos, Padres, Policiais... Ou seja em todas as profissões tem sempre alguém que quer levar vantagem, que quer ajudinha, que da carteirada, que perde a ética (se isso for possível) para "benefícios" pessoais.

Essas pessoas que "pedem e fazem" favores escusos são as mesmas que extorquem dinheiro de pessoas honestas, denigrem a imagem de pessoas quietas, fazem graça do problema alheio e nem tem receio da repercussão que isso possa gerar.

Pedem bola, ganham presentes ultrajantes, direcionam licitações, editais, contratos públicos ou privados, defendem o indefensável, praticam o que não é de sua alçada. Vivem de encontrar brechas nas Leis e se aproveitar disso. Tem o sangue de um malandro, o famoso Gérson, em tudo quer vantagem. Essas pessoas nunca estão satisfeitas com nada, o outro sempre é um problema que tem que ser resolvido, de preferência Imediatamente.
Não sou perfeito, sei dos meus erros e hoje não escondo. Ou melhor dizendo não escondo eles de mim. Mas desleal e pilantra isso eu nunca serei.

Por hoje é só PpppppessoAll...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!