quinta-feira, 31 de março de 2011

Promessas de um dia cheio

Mal durmo e estou de novo com meu novo brinquedinho em mãos.

O dia promete ser, angustiante, revelador, acelerado e louco.

Muita expectativa, dia de mudanças, dia de visitas, dia de apresentações, dia de decisões, hoje é daqueles dias que deveriam ter horas infinitas...

Sorte, competência, acertividade e racionalidade. Que eu receba um pouco disso dos Deuses hoje, da mãe natureza e principalmente que eu use com sabedoria.

"Coragem não é a ausência de medo, mas sim a presença dele e a decisão de seguir em frente!"

KALOS KAI AGATHOS

terça-feira, 29 de março de 2011

Você não me ensinou a te esquecer



Não vejo mais você faz tanto tempo
Que vontade que eu sinto
De olhar em seus olhos, ganhar seus abraços
É verdade, eu não minto

E nesse desespero em que me vejo
Já cheguei a tal ponto
De me trocar diversas vezes por você
Só pra ver se te encontro

Você bem que podia perdoar
E só mais uma vez me aceitar
Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te quer e te querendo eu vou tentando te encontrar.

Vou me perdendo.
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou e me atirou e me deixou aqui sozinho

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer e te querendo eu vou tentando me encontrar

E nesse desepero em que me vejo
já cheguei a tal ponto
de me trocar diversas vezes por você
só pra ver se te encontro

Você bem que podia perdoar
E só mais uma vez me aceitar
Prometo agora vou fazer por onde nunca mais perdê-la

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer e te querendo eu vou tentando te encontrar

Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou e me atirou e me deixou aqui sozinho

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer e te querendo eu vou tentando te encontrar

Vou me perdendo
Buscando em outros braços seus abraços
Perdido no vazio de outros passos
Do abismo em que você se retirou e me atirou e me deixou aqui sozinho

Agora, que faço eu da vida sem você?
Você não me ensinou a te esquecer
Você só me ensinou a te querer e te querendo eu vou tentando me encontrar

Composição : Fernando Mendes / José Wilson / Lucas
Intérprete : Caetano Veloso



este es el tango muy brasileño...

Besos a todos a sentir el Amor latente, 
pero la distancia requerida, 
que aún es posible para la vida diaria emocionante.

domingo, 27 de março de 2011

E o pesadelo nem sempre acaba quando se acorda.

De tanto respirar ar, o peixe morre.
De tanto ser feliz perdemos o prumo.
Deixamos para traz caminhos e rumos.
E então reclamamos da falta de sorte.

O que mais aprendemos com nossos erros.
É que não somos perfeitos, falhamos.
Independe do estado que nos encontramos.
Independe das pessoas com quem vivemos.

Deixamos de querer acertar o mundo.
E nele apenas continuar sobrevivendo.
Mas chegamos nesse poço bem fundo.
E ainda estamos cavando e descendo.

A rotina que enforca e nos deixa mudo.
E quando olhamos estamos correndo.
Sem um objetivo, um norte, um tudo.
Que vira um nada, fim de um pesadelo.

Todos temos nossos dias de fúria.
Todos temos nossos dias de agonia.

(Eu Mesmo hoje e agora)

Por mais que tentemos não desabar ou desistir, as vezes a água fria da realidade nos cobre o corpo e acordamos com um pessímismo sem fim.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Entrevista Rápida - Sobre Mulher

Você gosta de mulher?
Claro, todo mundo gosta, até mulher gosta de mulher.

Você acha que mulheres são melhores que os homens?
Sim, a força feminina vem da cabeça, elas amadurecem mais rápido, talvez a idéia de ter neurônios a menos seja na verdade um fator positivo, pois elas fazem as sinapsis mais rapidamente. Elas crescem antes, amadurecem antes, se desenvolvem antes.

O mundo deveria ser dirigido, presidido por mulheres?
Sim, mulher é mãe, mulher CUIDA. Mãe Natureza, a Deusa maior. Não tem porque não acreditar que a mulher não é o melhor caminho para a prosperidade, quem gera outra vida não tem a tendência natural de querer tirar uma. Quem alimenta e gera o alimento, não suporta ver famintos. Quem suporta mais dor deve ficar mais tempo em pé.

As Mulheres são complicadas?
As Mulheres não são complicadas, apenas esqueceram de escrever ou traduzir o manual. Então temos que mexer, fuçar e provocar reações. Testar mesmo, a fundo. Assim aprendemos e melhoramos a convivência com esse gênero Maravilhosamente Enigmático.

É o que você mais gosto nesse mundo? 
Sim. Mulher com Certeza.

Hoje e Agora!

Você não cansa, insiste,
Mas uma hora desiste.
Sofrer pode ser tara.
Não quero mais. Para! Para!

O que guardamos de bom?
Memórias de um dia de sol?
A chuva no asfalto quente?
O gosto do beijo da gente?

Guardamos tudo, enfim.
Começo viver para mim.
Descubro um novo desafio.
E deixo de ser arredio.

Vivo, o hoje, o agora.
Intenso sem demora.
Não esqueço o passado.
Não que tenha alo errado.

Mas escrever o futuro.
É um tanto, quanto duro.
Sem ser pautado em erro.
Muito menos em desespero.

Faremos com muita calma.
Cuidando de nossa alma.
Preservando o sentimento.
Eliminando o Lamento.

Me apaixono, me dedico.
Namoro Mesmo, não fico.
No seu tempo, na sua hora.
Com todo o tesão que aflora.

Sem deixar de Amar.


Daniel Bronzeri Barbosa (25/03/2011)

quinta-feira, 24 de março de 2011

Datas que eram "Especiais"

Eu comemorei aniversário...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei ano novo...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei a páscoa...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei o natal...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei dia 29...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei dia 13...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei o dia 4...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei o dia 5...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei festa junina...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei copa do mundo...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei nascimentos...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei mortes...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu comemorei ganhos...
até o dia que não me disse mais nada.
Eu lamentei perdas...


espero que um dia não me digam mais nada.

Daniel Bronzeri Barbosa (24/03/2011)

Como as coisas são...

Meus filhos podem ler,
coisas estúpidas que lhes dão.
Mas não podem saber.
Como o pai anda do coração.

Não por falta de querer,
mas por simples precaução.
Para evitar o entender.
Ou por mera criação.

Parece que escrevo injúrias,
mentiras ou mesmo inverdades,
que escrevo livros de luxúrias,
Não espantarei tenra idade.

Mas a desculpa estapafúrdia,
que a pergunta não vai mais calar.
Se proteção pedimos pras crias.
Porque apenas eu que devo zelar?


Daniel Bronzeri Barbosa (24/03/2011)

Tem dias que a noite é clara...

Saudade de Escrever...

Estou sumido.
Escrevi muito no celular.
Mas podem ter certeza.
Que não parei de pensar.
Não estou fugido.
Embora em outro lugar.
Só me escondo de meus filhos.
Pois não entenderiam a parte vulgar.
Mas fato que parei de postar.
E isso não queria fazer.
Não foi o gosto de me censurar.
Nem algo que vi perder.
Não pude me aproveitar.
Do real que quis viver.

Olá, Estou de volta...

Baci per tutti

domingo, 20 de março de 2011

Centro Unitário

Fui convidado para visitar um Centro Unitário. Carinhosamente chamado de C.U.
Fui.
Chegando lá estava morrendo de sede.
Então resolvir tomar algo no C.U.
Depois percebi que era longe de tudo.
E para chegar lá no C.U. precisava de muita paciência.
O estacionamento estava cheio e o C.U. estava lotado.
Mas tinha muita gente falando besteira e logo soltaram que o C.U. estava uma merda.
Apertado, o pessoal suando, eita C.U. fedido que só ele.
Resolvi tomar no C.U. de novo uma aguinha, mas não rolava mais nada. Estava seco. Duro de sair imagina como era para entrar.
Bom sai do C.U. e o pessoal tambem deixando o local aliviado.
Mas sua porta não fechava mais. Ou seja deixaram o C.U. arrombado.
Beijos C.U. até outra oportunidade.

quinta-feira, 17 de março de 2011

Sugestão do Danibron - 17 de Março - St. Patrick's Day


Hoje é o dia do Santo beberrão. Todo mundo vira Irlandês para comemorar, com Guinness ou Murphys Stout. Mas também tem Heineken, Braumeinster, o Chop Verde e muitas outras coisas.
No meu Top5 de hoje eu colocaria:
  1. O'Malley's, um dos PUBs preferidos do Brasil Devilz, ao lado do Bar do Gijo onde assistimos alguns jogos da NFL, comemos uns Monsters Burguers e curtimos nossa Pint de Guinness. Estão apresentando nesssa semana a banda Murphy's Law, que lembra muito a cena de Pub Irlandês (que toca um Folk Americano, mas do mesmo estilo Irlandês) do filme "P.S. Eu te Amo".
    Essa é a bandahttp://www.youtube.com/watch?v=Z_lUmLxeeSY
    Essa é a cena do filmehttp://www.youtube.com/watch?v=4R4tSAYLZP4
  2. Festa de St. Patrickhttp://www.stpatricksparty.com.br/ promovida pelo All Black e Guinness, cara, boa pra quem tem dindin, mas com ótimas bandas, e bebida a um preco justo (se não me engano a Pint deve custar R$10,00).
  3. Dublin, além de ser um autêntico PUB vai colocar uma banda boa River Raid com o Roger do Ultraje a Rigor.
  4. Kia Ora, bom para quem ta casadinho ou de namorico... terá boas bandas e é uma "filial" do All Black
  5. Finnengan's os caras terão Gaita de Foles, tradicional da Irlanda, ensurdecedora para quem detesta barulho. Mas vc vai por causa da Bebida ou do Barulho?


Menção honrosa, Melograno Forneria e Frangó, os dois melhores lugares de Cerveja de São Paulo, no segundo uma coxinha de comer de joelhos (como diria os fãs). Nos dois os donos tão lá, conversam contigo e dão ótimas dicas de cerveja. Não tem muita bagunça, são Botecos Classudos (Botecos tipo A), mas vale a pena. No Melograno tem musica ao vivo e paga-se uma consumaçõa mínima, no Frangó, não paga para entrar.

Abaixo segue a listinha dos locais e os sites.:

Sláinte

quarta-feira, 16 de março de 2011

Obrigado Dô...

A Dôlelena descansou. Foi isso que falei pro meus filhos hoje no telefone. Bibi e Pê, a Dô descansou.

Sim Dô pois sempre a chamei assim carinhosamente assim. Ja falei dela em um ouro post "Minhas Mulheres", mas para quem nao sabe a Dô é minha terceira Avó, minha avó não de sangue, mas de vontade, de carinho, de coração.

Poderia dizer tudo o que disse dela, mas prefiro contar coisas que me lembro...

A Dô sempre assistia novela, SEMPRE assistiu e fiquei sabendo que a Mariana sua neta (e minha prima por consideração) segue seus passos. Mas o que muitos não sabem é que ela me deixou assistir muito pica-pau em vez de ver a novela dela... lembro que a disputa pelo controle da televisão (que não era remoto,mas sim um seletor) era entre Pica-pau contra “Sinhá Moça”, “A Gata Comeu” e “Bambolê” (as primeiras que eu lembro o nome).

A Dô deixava eu comer o queijo prato recém fatiado pelo SeuAlceu naquele fatiador vermelho clássico que ficava na Copa.

A Dô me dava Danone rosa daquele potinho bonito e tradicional de Danone com ranhuras... E isso antes da minha janta (mas eu teria que e comia Tudo).

A Dô pintava capas de Super-Homem nas fraldas, exclusivamente para mim com vermelhos e amarelos idênticos aos do Super-Homem e ainda ouvia minhas histórias com atenção.

A Dô cozinhava, arrumava a cozinha e sorria.

A Dô deixava passar um coringa ou uma carta de canastra real no buraco, só para que ganhássemos uma vez ao menos (mesmo deixandoo SeuAlceu arara da vida).

A Dô deixava assistirmos o Disk MTV até o fim e perdia pedaços de Mulheres de Areia (que até o SeuAlceu queria ver).

Poderia ficar falando da Dô e de quão maravilhosa ela foi na minha infância, adolescência e mesmo agora quando adulto. Sempre aprendi algo com ela. E tenho certeza que aprenderei ainda mais.

A toda família dessa matriarca sem igual, que me tratam sempre com muito Amor e Carinho, um beijo e minha grande admiração, espero que ela tenha encontrado a Paz.

Beijos do Neto mais velho da Dô

Dan

terça-feira, 15 de março de 2011

SUPP - (Serviço de Utilidade Pública-Pessoal)

O que é sinusite?

Sinusite significa que os seios da face (seios paranasais) estão infectados ou inflamados. Os seios paranasais são cavidades de ar que se desenvolvem nos ossos da face e se abrem dentro do nariz. Tais cavidades servem para a troca livre de ar e muco, e cada qual junta-se com as passagens nasais com um membrana mucosa envoltória. Desta forma, qualquer coisa que cause o inchaço dentro do nariz, como reação alérgica, infecção, etc, pode afetar os seios paranasais. O ar aprisionado dentro do seio paranasal bloqueado, juntamente com pus e outras secreções, pode causar pressão na parede dessas cavidades.

O resultado algumas vezes é dor intensa. De forma simular, quando o ar é impedido de entrar nos seios paranasais por causa de membrana inchada, o vácuo criado também pode causar dor. A sinusite geralmente é dividida em aguda, que dura 4 semanas ou menos, subaguda, que dura entre 4 e 8 semanas, crônica, que dura mais de 8 semanas e pode perdurar por meses ou até anos, e recorrente, que são vários ataques de sinusite aguda durante um ano.

O tratamento da sinusite tem como objectivo controlar a inflamação e a infecção , reduzir a congestão das mucosas e reverter a obstrução nasal de forma a permitir a drenagem do muco. Para atingir esses objectivos é importante manter a hidratação bebendo líquidos com frequência , fazer a lavagem nasal com sprays de água do mar esterlizada e, se necessário, usar descongestionantes nasais e mucolíticos (medicamentos para aumentar a fluidez das secreções) em comprimidos ou xarope.

Existem outros tipos e até necessidade de cirurgia, por isso, PROCURE UM MÉDICO para tratar da melhor forma possível. Nem aqui, nem o Google, tem a pretensão de curar ou a intenção de atender, apenas ajudar passando informação.

Coisas que aprendi com o Pedro.

Pedro é meu filhão, a pessoa mais linda que já vi (mesmo comparando com fotos antigas de uma certa criança que conheço MUITO BEM). Tenho reparado e analisado muito nossa relação "pai-filho e amizade" e concluído o quanto ele é BOM, Charmoso, Galanteador, Conquistador e principalmente Inteligente. E resolvi escolher 10 coisas que aprendi ou tenho aprendido com ele...

Aí vai...

#1 - Amar desmedidamente só pode ser Bom.
Não importa se parecemos bobos, se temos que nos esconder de vergonha, se podemos não ter nada em troca. Amar nunca é em exagero.

#2 - Chocolate é bom em qualquer ocasião.
No café da manhã é bom no leite!
Também podemos comer no pão.
No lanche da escola é excelente!
Ainda mais se tem muita opção.
No almoço de comida ou sobremesa.
De tarde pedacinhos eu vou deglutir.
Na janta uma barra é uma beleza.
E de noite, em sorvete está por vir.
Se não tem chocolate fico doente.
A vontade é tão grande por ti.
Pode ser até na pasta de dente.
O importante é o cacau eu curtir.
Chocolate é sem nenhum absurdo.
A melhor comida desse MUNDO.

#3 - Não preciso experimentar de tudo para saber se não gosto de algo.
Se o cheiro não agrada,
se a aparência não é legal,
porque eu vou correr risco
de comer e passar mal?
Não insista com o verdinho,
abro o bico não me force.
Se não gosto logo digo.
Mesmo que um dia eu goste.
Não terei o orgulho ferido,
para dizer que agora posso
experimentar algo fedido,
e gostar desse negócio.
(da próxima vez avisa logo que tem chocolate)

#4 - Misturas esdruxulas dão bons refrescos.
Abacaxi, com melancia e pêra.
Uva, morango e banana.
H2O com Chá de amora.
Sprite com vinho do porto.
E misturando de tudo e aos poucos, acerta mais do que erra.

#5 - Não importa o castigo as vezes precisamos obedecer a Tentação.
Ele sabe que vai tomar um castigo, Sabe que não deveria fazer aquilo, Já foi avisado, mas é mais forte. O prazer instantâneo do momento as vezes vale a pena.

#6 - Aceitar a perda as vezes é o melhor a ser feito.
Se vamos perder mesmo, ou se realmente perdemos algo, porque sofrer por aquilo, vamos procurar algo compensatório. Por que perder tempo se lamentando de quanto legal seria ter a coisa a disposuçao

#7 - Se gostamos muito de algo não precisamos ter medo de ADORAR.
E falar na lata que Adora as coisa só ajudas as demais pessoas a saber e pensar no que você gosta. Quando bater a dúvida por exemplo "Que docê levar?" se pensarem em você matarão a charada na hora, ou seja. Mas se precisar de ajuda conte conosco

#8 - Meias curtas são excelentes no calor.
Também conhecidas como meinhas, elas não esquentam a canela, não ficam esteticamente descombinadas. Não ficam como meiao. Vale realmente a pena

#9 - Pão quente é sempre melhor.
Com manteiga, com requeijao, puro. Pode ser um lanche quente, para chuchar no molho, de manhã, de tarde ou de noite. O sonho pode até acabar, mas vai ter docê.

#10 - Siga sempre os mais velhos.
No pior doa casos você vai errar junto e ter a culpa em quem botar: "Eu pensei que ela (ou eleem outos locai) sabia o que fazia, (e sempre conclua) ela não é experiente.



E se alguma coisa te incomodar...
Continue a Nadar... Continue a Nadar..

segunda-feira, 14 de março de 2011

Poesia é...

Poesia é...
Sonhar acordado.
Uma noite perfeita.
Estar enamorado.
Deixar a cama desfeita.

Poesia é...
O íntimo em tudo.
Um carinho furtivo.
Acreditar no absurdo.
Ser mais intuitivo.

Poesia é...
Amar pelas palavras.
Desejar e acontecer.
Nas frases adoçá-las.
E sonhar em te ter.

Poesia é...
Arrebatadora Paixão.
Permitir-se escrever
O que vem do coração.
Amar mais você!


Daniel Bronzeri Barbosa (14/03/2011)

quinta-feira, 10 de março de 2011

Heptassílabo da Saladeira (ou quase)

Olhe aqui, veja bem.
Que darei meus parabéns.
Para essa blogueira.
Que muito nos alegra.
Se brava não da trégua.
Brinca até com ela.
Escreve engraçado.
E corta um dobrado.
Para ser mãe e filha.
Amante e amiga.
Muita sorte tem o B.
Que do lado tem você.
E não vamos esquecer.
Sua pequena Miss Memée.
Que as vezes faz arte.
Igual a mãe em partes.
Diz a lenda que é nerd.
Mas quem que assim perde.
Com inteligência.
Muita Paciência.
Abusando da rima.
Bela, tudo em cima
E que me perdoe B.
Não vou deixar de dizer
Se quem ganha é você.
Digo: Maior presente
É poder sempre te ler.

Beijos do Saladeto #1
Dan

quarta-feira, 9 de março de 2011

Retribuição

eu te abraço
te beijo
da bochecha ao queixo
volto a bochecha
do outro lado
e respiro perto de ti
te agarro e te beijo
profundo e em silêncio
se os seios eu vejo
logo quero lhe ter
sugando um pouquinho
beijando os biquinhos
com tanto carinho
pra te satisfazer
teu braço eu beijo
teu corpo eu sinto
em meu colo não minto
pois não consigo esconder
e os beijos mais fortes
eu perco meu norte
em movimentos precoces
eu dispo você
te deito no chão
aperto a nuca
te deixo maluca
ahh, tesão que é você
eu quero viver
minha boca caminha
por sua barriga
e desce macia
onde quero ficar
viver é agora,
mas espera um pouquinho
te faço um carinho
e vou te beijar
eu sinto seu cheirolambuso meu rosto
delicia seu gosto
é disso que eu gosto
te fazer delirar
agarro seus seios
aperto sua bunda
te beijo profunda
te quero gozar
não paro, não canso
e não fico manso
em seu corpo me assanho
estou a te desejar
em sexo ardil
carinho e arrepio
te quero no cio
pra não mais parar
eu volto e te beijo
te sinto tremer
querendo você
não vou mais parar
então te possuo
te faço uma deusa
e nessa beleza
de cena ao luar
não paro, nao nego
pois se eu te pego
enchendo meu ego
a te conquistar
te deixo em transe
não entro em pane
agora se assanhe
vem cá me Amar

Dandan Johnes (9-3-11)

Entendendo os Rômanticos?

Dizem que isso ocorreu no Vestibular da Universidade Federal da Bahia.
Uma das questões cobrava dos candidatos a interpretação do seguinte trecho de poema de Camões (sim Camões, não é di Renato Russo visse!):

'Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamento descontente,
dor que desatina sem doer '.

Uma vestibulanda de 17 anos deu a sua interpretação:

'Ah, Camões!, se vivesses hoje em dia,
tomavas uns antipiréticos,
uns quantos analgésicos
e Prozac para a depressão.
Compravas um computador,
consultavas a Internet
e descobririas que essas dores que sentias,
esses calores que te abrasavam,
essas mudanças de humor repentinas,
esses desatinos sem nexo,
não eram feridas de amor,
mas somente falta de sexo !'

Conclusão deste que vos escreve:
Românticos só existem enquanto falta sexo.

Inclusive ajuda a entender o nome do tal escritor... ele era camões (o que se auto-alivia)

Gramática, poética, sem métrica, nem cátedra!




Tinha um sujeito.
Que não soltava o verbo.
Lia e relia o artigo.
Mas prendia o advérbio.
Abusava do adjetivo.
Indireto como o objeto.
Um simples substantivo.
Interjeição com poder de veto.
Tratava-o como sinônimo.
De anônimo, mas correto.
Tinha perdido um homônimo.
Antônimo de descoberto.
Escondido no adjunto.
Dentro de um predicado.
Um numeral em conjunto.
Ele um pronome enunciado.
Invariável numa preposição.
Ou em conjunção, aditivo.
Mas digo com a contração.
Que Amar é verbo intransitívo.


Daniel Bronzeri Barbosa (09/03/2011)
Engenheiro...

E eu lá sei...

De novo

assim,
não dá,
não posso,
ficar
longe de mim.

Sem sofrimento,
nem vou dramatizar,
passando cada momento,
sem poder me declarar.

Puto,
triste,
magoado,
chateado.
As pessoas
nao percebem.
Que nos deixam
agoniados.

To de saco cheio.
Não quero mais saber.
Sei que a vida é boa.
Mas cansei de me abater.
Por coisas tão tolas.
Coisas que não quero ver.
Tudo tão a toa.
Tudo pra me fuder.

Quero que parar de pensar.
No que vai acontecer.
Preciso voltar a tocar.
Sem previsão do querer.
Pois e novo irei nadar.
E continuar a correr.

Continue a nadar.
Mas não deixe de viver...

Daniel (agora - 14:40 9/3/11)

Continue a nadar... Continue a nadar...

segunda-feira, 7 de março de 2011

Queria...

Queria muito falar de você agora.
Contar pra todo mundo quem és.
Dizer que a tristesa de outrora.
Se perdeu em bela forma de Mulher.

Queria desencanar de tudo que devo.
Contas a pagar, empréstimo, dinheiro.
Mostrar que estou tranqüilo ou sendo.
Pois passo as noites sempre te vendo.

Queria dizer que o projeto de vida.
É viver sem mais planos por fazer.
Deixar todas as questões resolvidas.
E liberar tempo pra ficar com você.

Queria não mais no escuro me esconder.
Passear e nos ver, divertir sem parar.
No inverno o frio e um vinho beber.
No verão água e poder te banhar.


Daniel Bronzeri Barbosa (07/03/2011)

sábado, 5 de março de 2011

Oraline

To precisando ter uma conversa séria
Falando baixinho no pé do ouvido.
Tornando o tempo uma coisa etérea.
Cantando em dó sustenido.

Beijando a coxa e apertando a bunda.
Abrindo as pernas e entrando ainda mais.
Lambendo a virilha, e vendo funda.
Os pelos eriçando, simples mortais.

Pulo de lado, brinco com isso.
Se abre inteira e me deixa te admirar.
Esta mais faceira, não brinco em serviço
Me devoto ao prazer em poder te chupar.

Meus dedos la brincam não param quietos.
Minha lingua passeia de um modo vulgar.
Você se contorce e até sobe no teto.
Persisto nessa lida, não quero parar.

E quando estás quase lá, chegando ao limite.
Eu vejo de baixo seus olhos fechar.
O aperto que sinto, a baba que escorre.
Eu vibro mais forte para acelerar

E ouço com prazer, "Não pare agora".
E sinto que é hora de não mais deixar.
Um segundo um cantinho, passo sem demora.
Pois ja está perto o momento, te quero gozar.

Em minha boca suada e molhada de ti.
Eu sinto seu gosto, seu gozo e prazer.
E a sensibilidade que está logo ali.
Me deixa mais certo que Amo lhe ter.

DanDan Johnes

St. Patrick's Day is coming!!!


Antes de mais nada um pouco de história.

São Patrício ou St. Patrick é o padroeiro da igreja Irlandesa e dia 17 de março é o dia dele (como pouco me fodo com a igreja) aproveitamos para falar da comemoração de seu dia.

O costume Irlandês é de beber (leia Beber, Jogar F@#er) e beber muito... A cerveja é a lendária GUINNESS usamos o verde (ai é para alguns) e ouve-se muito ROCK'N'ROLL.

Logo, mais uma vez, chega a hora de comemorar o Santo beberrão, St. Patrick's Day. E esse ano como nos outros, mais promoções da Guinness, se bem que parece que a Murphy resolveu dar as caras por aqui também.

A Guinnes sempre tem a promoção da camisa e esse ano não será diferente tome 3 Pints + uma grana que é o preço da camisa e leve a camisa dos caras. (tá brinde de merda mas as PINTs valem a pena).

Esse ano tem uma festa oficial http://www.stpatricksparty.com.br/ patrocinada pela Guinness, Smirnoff e Johnnie Walker e organizada pelo All Black Pub esse ano (mas que esta uma bica de R$90,00 e nem é Open Bar).

Mas tambem teremos algumas comemorações na semana e mesmo no dia em outros locais abaixo lista com endereço e site dos lugares.

Alguém afim de arrumar uma bagunça?

Se for beber...
me chame!

Abraços

Daniel


Lista de locais:

The Blue Pub
http://www.thebluepub.com.br/
@THEBLUEPUB
Alameda Campinas, 105

All Black Irish Pub
http://www.allblack.com.br/
@AllBlackPub
Rua Oscar Freire, 163

O'malleys
http://www.omalleysbar.net/
@omalleysbar
Alameda Itú, 1529 (esquina com a Consolação).

Melograno Forneria & Empório da Cerveja
http://www.melograno.com.br/
@melogranof
Rua Aspicuelta, 436

Frangó
http://www.frangobar.com.br/
Largo da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168

Kia Ora Pub
http://www.kiaora.com.br
@KiaOraPub
Rua Dr. Eduardo de Souza Aranha, 37

Dublin
http://www.dublin.com.br
Rua Minisro Jesuíno Cardoso, 178

London Station
http://www.londonstation.com.br
@LondonStation
Rua Tabapuã, 1439

Finnegan's Pub
http://www.finnegans.com.br/
Rua Cristiano Vianna, 358

The London Pub
http://www.thelondonpub.com.br/
@thelondonpub
Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, 1164

The Pub
http://thepubaugusta.com
Rua Augusta, 576

The Lord International Pub
http://www.thelordpub.com.br
Alameda Itu, 1466

Rhino Pub
http://www.rhinopub.com.br
Avenida Cotovia, 99

Republic English Pub
http://www.republicpub.com.br/
@Reublic_pub
Rua Delfina, 110

Syndikat Jazz Club & Bar
http://www.syndikat.com.br/
Rua Moacir Piza, 64

St. John's Irish Pub
http://www.stjohns.com.br/
@stjohnspub
Rua Itapura, 1327

Paddy's Pub
http://www.paddyspub.com.br/
@paddyspubdance
Avenida Luiz Drummond Villares, 655

São Pedro, São Paulo
http://www.saopedrosaopaulo.com.br/
Rua Dr. Renato Paes de Barros, 137

Skuantus
http://www.skuantus.com.br/
Avenida Moaci, 550

quarta-feira, 2 de março de 2011

Cabelos Curtos

Cabelos curtos.
Pescoço a mostra.
Entro em surto.
Beijo essa moça.

Eu não me assusto.
Pouco me importa.
Se é preso ou solto.
Castanho ou Rosa!!!

E nesse curso.
Que vento toma.
Passando ao largo.
De suas costas.

Um toque um cheiro.
Já não é pouco.
Cabelos curtos
Eu fico louco.

terça-feira, 1 de março de 2011

Coments Posts

Acho que ando chateando as pessoas. Pelo menos quem acompanha alguns Blogs por ai. Tenho MANIA de escrever, responder e me alongar. Quando vejo já fiz.
Era só pra dar um Oi... Dizer que estava bonito, ou concordar. Quando vejo estou escrevendo longas declarações...
Mania, pura mania narcisista.
Espero que todos vocês me desculpem.

A última foi essa abaixo, baseada numa resposta de uma poesia (texto ou crônica, sou engenheiro, não me peça para acertar tudo ou classificar corretamente) da Elise no Blog dela O post é esse daqui "O meu é intenso e com açúcar por favor", bom demais. Mas ela é letreira, ou melhor vive de escrever, quem sou eu para querer chegar aos pés... mas mesmo assim lá vai o bocudo, dedudo sei lá.. querer teclar algo...

Bom, eu gostei, não relli senão apago muito, e resolvi copiar aqui embaixo


Olha ai:

"Nuossa... Que Lindo... Que inspirador...

Já que é assim. Vou te seguir...
Não na rua, não na vida, no sentimento.
Vou usar desse momento. Dessa sua rica poesia. Que me animou o dia. E me deu mais coragem para escrever.

Vamos viver o tudo agora, sorrir pra vida sem demora. Ser feliz sem nada no bolso. Fazendo tudo que eu posso. Falando tudo que eu quero. Deixando claro o que espero. Sem meias palavras, sem mentiras ingratas, deixar de lado as pessoas chatas, curtir a vida e dar mais tempero para essa salada.

Deixar claro que gosto é de Mulher, sem muito nhé-nhé-nhé. Dizer assim na lata, reafirmar que não importa, se é se é ruiva, loira, morena ou mulata, se é magra, se é gorda, se é reta ou com curva.
Nessa brincadeira de maça ou uva, prefiro a salada mista. O sabor dosse doce da conquista, ter o beijo certo a vista, o do que a saudade a prazo. De um simples caso fulgaz, um atraso, na busca pela verdadeira paixão.

Ou como diria o poetinha...
"Quero viver a cada vão momento, e em seu louvor hei de espalhar meu canto"
Parar com essa de lamento, partir para o que gosto tanto: Beijar, pegar, morder, agarrar e desfrutar do amor insano.

Amor esse que pode ser considerado doença, independente da crença, pois nos deixa com febre, apressados como lebres, querendo chegar ligeiro, ao encontro faceiro, no oitavo andar de um quarto onde ela o aguarda, gostosa, safada, perigosa, de pé, sentada ou deitada, pronta para ser amada.

Ta vendo só... deixar um engenheiro escrever é um problema, não sei onde é ponto, virgula, se ainda uso hífem ou trema, mas sei que gosto de estar aqui e ler. Me perco no tamanho, no tema e no tempo. Se é pural ou singular, sei apenas que invento, de escrever para me alegrar. É isso que eu tento.

Beijas,

Do Saladeto Metido,
Daniel"


Baci a tutti quanti...
Continue a nadar... Continue a nadar...