sábado, 2 de julho de 2011

Recomeços eternos, pensamentos etérios!

E de tanto esperar.
O errado, certo ficar.
Decidi sair de perto.
E o mar virou deserto.
Deixando um coração sem bater.

Mas no meio de muita gente.
Ouvi sua risada contente.
Seu jeito alegre e tranquilo.
E me lembrei de tudo aquilo.
Que sempre me fez viver.

A felicidade da descoberta.
O poder de uma boa conversa.
Unido ao receio da mudança.
E a força de ter confiança.
De desejar surpreender!

Então me pergunto. Como?
Passam-se dias e anos.
E eu esqueço o tropeço.
Miro um eterno recomeço.
Pois SIM, decidi Vencer!


Daniel Bronzeri Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!