quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Noites quentes de Dezembro...

Beijos fortes em uma noite quente.
abraços sôfregos, apertados
uma necessidade latente.
de dois corpos pelados.

Um murmuro, um gemido,
antes de um suspiro longo,
sussurro palavras ao pé do ouvido.
E então me posiciono...

...a boca desce, feliz e lenta,
passeando pelo corpo suado.
Salgadas, úmidas e suculentas,
lambidas de um depravado.

Com as investidas desse safado,
me faz pensar se ela aguenta,
um gozo assaz demorado,
Treme. E se soltar, tenta.

Perna mole, boca aberta, o grito.
Berro de tesão cravado em tecido.
Edredon, lençol, fronha embebidos.
Sons do prazer sentido.

Minha felicidade é te ver feliz.
Minha satisfação é te dar prazer.
Não quero que isso acabe, então me diz:
"Como posso viver sempre com você"


Dandan Johnes



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!