quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Respondendo pra quem eu vou correr!


Eu corro pro meu travesseiro.
Este companheiro inseparável
Das noites que passo sozinho.
O único que não foge do ninho.
Quem me aguenta são ou imprestável.
A quem sou mais verdadeiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!