segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Deus(es)

O que é Deus?
Quem é? Ou melhor ainda quem são os Deuses?
Acreditar ou não?

Em 36 anos sempre tive essas dúvidas, já li um pouco sobre as religiões, mas mais parecem rígidas doutrinas controladoras a ensinamentos livres.

Eis que me deparo com a Aposta de Pascal uma teoria simples e ao mesmo tempo genial como o próprio Blaise Pascal, aliás diga-se de passagem ( 3 ou 4 linhas só) um MENINO de 13 anos que se mete a discutir com argumentos profundos com Descartes, Format e Torricelli é um gênio, além de dar nome a linguagem de programação por suas inspirações lógico-probabilísticas e a tensão hidráulica, que é medida em Pascal.

Voltando a Aposta de Pascal, esta consistia em dizer que existe 50% de chance de Deus  existir (em suas multiplas formas, gêneros e afins) e 50% de chance de Deus não existir, porém apostar em sua existência e com isso crer era uma excelente possibilidade e poderia lhe dar prazeres infinitos (e não estou puxando a sardinha para o reino dos céus, fugir do inferno, transpassar o umbral ou mesmo as 40 virgens...) estou dizendo que pode lhe trazer conforto num momento de angústia, desviar o foco num momento de dúvida, dar tranquilidade ou mesmo coragem quando assim se fizer necessário. E mesmo assim se você estiver errado e perder a aposta o que realmente você perde? Excluindo as religiões (doutrinadoras) a troca em crer é pequena, dedicar algumas horas em adoração, ao invés de ver uma novelinha por exemplo. Essas horas que perdemos todos os dias no trânsito, no ir e vir, ao não conseguir dormir, nas filas de banco, de correio, de padaria e afins.

Ou seja, acreditar em Deus é uma aposta vantajosa, se ele existir OBA terei ganhos, se ele não existir Ahhh perdi algumas horas que eu já perderia mesmo. O que não pode se deixar levar é o abuso, o exagero e o controle das pessoas que dizem falar com ele ou com eles (pois podem existir mais de um né) e por exemplo se matar em nome de Deus, doas todo seu dinheiro em nome de Deus, não aproveitar a vida e as coisas boas dela em nome de Deus. Isso é jogar muita culpa numa simples aposta. Como dizer foi Deus que quis assim.

Meu, se liga véi... Os Deuses não querem que você seja um fudido, eles não querem que você sofra, terremotos, maremotos, acidente de moto acontece porque era pra acontecer. Você que estava num ligar errado (no caso das motos sobre ela). Estudasse mais e via que os locais dariam esse problema, que a moto foi feita pra cair, que a carcaça de um carro existe para te proteger.

Você não perde dinheiro porque uma força superior veio e te forçou a emprestar dinheiro pro seu cunhado, você perde porque Confiou no filho da puta. Você perde dinheiro porque é trouxa e compra mais do que seu bolso aguenta, tudo bem que tem uma ajudinha do meio, da cultura consumista, da facilidade de crédito. Mas o que não é o crédito se não CRER que terá dinheiro no futuro para pagar essa conta? Eles acreditam e te dam crédito, te fazem acreditar e você usa o crédito, dai Deus é culpado de você se endividar?

Deus é o culpado de você se drogar? Beber? Comer que nem um porco gordo? Meu amigo, Dionísio ou para os íntimos romanos, Baco, comia, bebia e metia pra caceta e rodou... Porque você não vai rodar?

Então se não tenho nada a perder prefiro acreditar, vi vantagens, aos 36 anos achei as grandes vantagens de acreditar de verdade. E mais o que a ciência não explica joga no colo da divindade, ele aceita até alguém descobrir.

Pascal aposto contigo (onde quer que você esteja, lendo isso ou não), aposto na existência e em tudo o que é possível apostar e que não me traga prejuízo...

Meus amigos, boas festas, não digo Feliz Natal nem Ano Novo mais, CHEGA, pois o importante não é esse simbologismo de renascimento ou de virada de ano. Na real nada muda, mas é bom comemorar, a vida, os amigos, os amados, por esse motivo é bom ter a festa.

Beijos

Dan



sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Felicidade!!!

Saber que posso voltar a Amar.
Receber um pedido de colo dos meus filhos.
Entender a eterna preocupação da minha mãe.
Comer uma comida feita do meu pai para mim.
Receber pedidos de comidas especiais, por quem diz gostar.
Receber um chamado de oi e ai como está?
Dar um beijo nos meus pequenos.
Ver o sorriso de satisfação na cara do meu filho quando ele ganha no video-game.
Reclamar que ele fica narrando o jogo.
Perceber como minha pequena cresce, se estabana nas coisas e perde a noção do espaço.
Sentir um abraço dos amigos de verdade.
Aceitar que a infância foi na infância, a adolescência foi na adolescência e que foi bom.
Correr ao primeiro e-mail que chega.
Sorrir ao receber e-mails do PagSeguro.
Se alegrar ao fazer parte de uma turma de verdade.
Estar na presença dos amigos, bebendo ou pegando metrô.
Ter o suporte de uma família extremamente Amorosa e Carinhosa.
Ser desafiado a superar meus limites.
Superá-los e ver que posso ainda mais.
Ver uma criança brincando na rua.
Ouvir o som do páteo do colégio na hora do recreio.
Sentir o vento da madrugada e ouvir os barulhos das sombras da noite.
Ver a Lua. Sentir o Sol. Pegar a Chuva.
Inventar histórias em cada rosto no trânsito.
Ser engraçado quando preciso e palhaço em horas impróprias.
Ouvir barulho de tênis em quadra de taco, bola de volei batendo no chão, um tackle.
Lembrar de quem fez parte da minha vida, me formou e faz parte do que sou.
Assistir meu time jogar.
Ver esporte e entender.
Dormir no fim da tarde.
Acordar com a janela aberta.
Tomar banho no escuro.
Receber surpresa sem susto.
Comer e beber.
Sentir tesão sempre e mais do que isso não ouvir: Não!
Dizer ou ouvir cheguei pai com naturalidade.

Reviver o nascimento.
Acreditar em algos.
Esperar o melhor.
E tantas outras coisas, pequenas ou grandes que só esse mundo, só essa vida pode nos proporcionar.
Nessas horas sou mais feliz.
Nessas horas sou eu.




quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Sobre o Mundo Virtual!


Meu timeline no Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram e todo o resto anda recheado de frases de efeito, de pessoas felizes, algumas saudosistas e outras tantas protestando por causas "nobres".

Mas a hipocrisia é tamanha que pessoas sem caráter vem falar de verdade, de hombridade ou de justiça social.

Pessoas que nunca fizeram um protesto sequer na rua, que não sabe o que um politico faz ou fez, que só vai pra realidade mesmo quando vota, mesmo assim muito displicente, não assume seus atos e diz que votou em branco para não transparecer o reacionário que de fato é.

Vejo gente com saudades do tempo da escola, quando não eram nada, não tinham opinião de nada, eram caguetas, mentirosos, se escondiam, sofriam bullyng ou o faziam. Pessoinha que mamãe ia buscar na escola mascesperava na esquina, que não podia sair de noite e hoje se vestem ou se dizem "zuadores" de sua época, os "malandrões", pessoal que preferia se fazer de morto, mss se cagavam pra contestar a diretoria, professores e afins, que as pessoas não lembram de uma história BOA sequer, mas que dizem saber de tudo o que rolava e a fatídica frase "Como era bom...".

E ainda mais, tem gente que se diz sempre estar nos jogos de seu time, que ia e vinha pra cima e pra baixo de ônibus, que ia em passeata protestar contra o aumento do transporte público ou contra o governo corrupto. Balela, em épocas de cachoeira, pura cascata. Nunca fez e hoje faz protesto pelo facebook, twitter e que tais, mas nunca entoou nada, ainda não sabem distinguir átomo de ínstimo.

Não sabem o que é ter medo de repressão, nem digo da polícia pois ela só faz seu papel, mas da repressão mesmo. A maioria nem estuda ou pesquisa, aliás hoje em dia ninguém pesquisa, só googla e se não achou, não existe, não sabem onde é Belo Monte e qual os reais problemas da pretensa usina, não sabem o que de fato foi o mensalão, no que implica e como pode ser evitado a recorrencia, não apenas com voto, não sabem da bandalheira que são os editais públicos no geral, suas cartas marcadas e conchavos. Repetem o que leêm no jornal, o que enxergam pela lupa microscópicamente orbital do prisma da veja, ouvem o Fantástico, os telejornais e aceitam tudo como uma tradução explícita da verdade.

O mundo está virtual, com pessoas abdusidas pela mídia massacrante, que adoram mulheres tontas, apaixonadas, que esquecem de si mesmas e de suas forças em livros machistas de mercado, não existe mais uma princesa Léia, rainhas Amidálas, que enfrentam os poderosos e dão a vida por uma causa, mesmo que fictícia.

Pessoas com saudade da ditadura, sabe o que foi? Querem que volte a censura, os embargos econômicos, a prtsrguição de opiniões contrárias? Querem um pais de iguais? Seletivo? Que esconde seus problemas?

Lembrem-se, esquecer não é perdoar, fugir não é resolver!

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Inclusão?!?

Sou cadeirante Sim!
Sou de carne, osso, aço e pneu.
Estou aqui pois minha mãe quis.
Tenho a forma que o universo me deu.
Somos iguais, mente, coração e alma.
Uma fusão que conspira a favor.
Pensamento positivo e calma.
De quem aspira e inspira o Amor.
Vivendo juntos lado a lado.
O tetra..., o para..., o pobre e o negão.
Muito mais diferenças.
Que ainda pedem muita superação.
Uma sociedade insegura e que segrega.
Que desabona a limitação.
Que na imagem se apega.
E esquece o poder da motivação.
Somos muitos, temos força.
E a fé num dia bom.
Onde possamos fazer mais festa.
E comemorar a inclusão.
Com ruas adaptadas.
E boa sinalização.
Respeito a nossas vagas.
Sem onerar a população.
Pois não adianta incluir o deficiente.
E esquecer o paciente do SUS.
Manter escolas indecentes.
E nas ruas sem segurança e luz.
Isso é incluir?


Amigo

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Assim

existem varias formas de olhar pro passado alguns jeitos certos outros bem errado ora se eh pra olhar pro passado que seja pelo aprendizado pelos exemplos de erros e acertos ou mesmo para se divertir da desgraca a suposta desgraca da epoca mas nao precisamos vivenciar tudo outra vez deixe aquela mera la foda se as pessoas que se fazem de anjo bom ou anjo mal foda se toda forma de te fazer pior de te colocar pra baixo a forma de te atacar eh breve duro eh conseguir manter a feh acreditar no futuro dar valor o devido valor que voce tem que voce precisa para se manter na pista decolar voo entrar no trem se manter no eixo e nao ficar a deriva como um golfinho morto boiar e respirar ar puro precisamos crescer para todos os lados vida social se vive nao se curte e compartilha do sofa se encontra se olha se pega se tem do lado agradeco meus verdadeiros amigos que me ouvem que lembram de mim que participam presencialmente ou em intencao que compartilha as felicidades as agonias sempre com disposicao amigos meus amigos minha familia sim meus amigos sao minha familia e vice versa por isso lembro de todos e nao faco listas pois nao seria justo com todos, mas quem eh meu sabe sente como disse mesmo longe distante a mais de anos esta presente faz parte dos sonhos faz parte das lembrancas seja de dez anos trinta minutos outras vidas ou quica outros lugares planetas universos e subversos pessoas que riram que choraram que brincaram trabalharam ou qualquer interacao se foi especial faz parte de mim me molda e moldou para eu chegar ateu aqui um crente da amizade um cara que voce pode contar que nao fica soh de papo que faz sim que tem proposito de vida muito maior do que viver muito maior do que reproduzir plantar escrever com o proposito de fazer o bem de ajudar de dar apoio a quem realmente precisa de resolver problemas reais nao problemas possiveis corriqueiros e burocraticos nao futilidades de quem diz ter falta de tempo problemas reais de meus amigos irmaos do mundo assim sou eu sem ponto sem acento com erros acertos mas acima de tudo tentativas reais pois o mundo eh real palpavel bonito e cheio de vida

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Parados e acelerados

Mesmo parados estamos em movimento.
Na rotação constante da antiga pangea.
No barulho pulsante da platéia.
No rugir quente do instrumento.

Sou a mulher de um desatento.
A amante de um ser disléxico.
Preguiçoso e nada atlético.
Que me dá um sexo opulento.

E perdida me vejo ao avesso.
Deitados em concavo e convexo
Num misturar de consentimentos.
Tragada em tua boca, frente e verso.
Com vistas ao longe de teu membro.
É nele que peço e não esqueço


Leinad Johnes
9.11.2012

Coleção uma por dia
#2 1PPD 2012

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Riminhas

Só ri de minhas rimas.
Riminhas pra dormir.
Se aninha nessas linhas.
Descansa do porvir.

Ri mas não se anima.
Das rimas que produzi.
Em tiras coloridas.
Tentei lhe seduzir.

Se chegam assim seguidas.
Desenho o seu sorrir.
As vezes repetidas.
As vezes por ai.

As acho assim sozinhas.
E junto no sentir.
Combinam refletidas.
Em nosso existir.

Pra namorada e primas.


Riminhas pra ouvir.
Se ri de minhas rimas

Eu não estou nem ai!



Daniel Bronzeri Barbosa
8.11.2012

Coleção uma por dia
#1 1PPD 2012

Se for pra Amar!!! Escolha a mulher certa no mundo!

Te Amar e viver com você.
É continuar a sonhar.
Querer completar.
Fazer.

Você é mais que inspiração.
É exemplo de virtude.
De fé, garra e paixão.
Plenitude.

Apaixona cada vez que te vejo.
Aos sentir seus olhos brilhando
Cada sorriso, cada beijo.
Encantando.

Cresce e me leva junto.
Não se esconde, nem desiste.
A mulher certa no mundo.
Existe!

E é você, Jú


Daniel Bronzeri Barbosa
26.10.2012

Sentidos e Direções

Se tem sentido o que pensamos.
E sabemos a direção que andamos.
Somos eleitos de nós, amos.
Somos perfeitos desenganos.
Quando envergonhados, coramos.
Quando excitados, também.
Apaixonados ao vento assobiamos.
Andando em trilhos perdidos de trem.
Na direção de nossas vidas.
Peças de teatro falidas.
Com apenas um espectador.
Mas com grandes atos de Amor.


Daniel Bronzeri Barbosa
(Alguma coisa de 2012)

Sonhos Coletivos

Em todo grupo um sonho.
E em todo sonho um voar.
Voando alto me encontro.
Me encontro de vez a cantar.

Se todos acham um canto.
Eu canto pra não calar.
E calo mudo e  um pranto.
Choro alegria de estar.

O pensamento é utópico.
Utopia é loucura no olhar.
Se olho apressado me pico.
Picada de abelha a zoar...

No consciente coletivo.
Coleto seu pólen grená.
Vermelho é a cor do menino.
Que jorra meu sangue no ar.

Como se ouvesse pedido.
Perdido a luz do luar.
Ilumina amantes bandidos.
Livres pra poderem Amar.

Agindo apenas no instinto.
Insisto ao seu lado deitar.
E pouso ouvindo o gemido.
Das ondas que batem no mar.

Em todo grupo um sonho.
Eu canto pra não mais calar.
Se olho apressado me pico.
Jorrando meu sangue no ar.

Como se ouvesse pedido.
Insisto ao seu lado deitar.
Voando alto me encontro.
Com as nuvens que estão a plainar...


Daniel Bronzeri Barbosa

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Pra onde vamos?

Correndo em sentidos diversos.
Com os ouvidos dispersos.
Esquecendo a letra da poesia.
Esperando um novo fim de dia.
Conectados em aparelhos diminutos.
Mudo e surdo para os insultos.
De uma sociedade hipócrita.
Que prega a inclusão insólita.
De seus iguais descriminados.
Putas, mendigos e viados.
Negros, mulheres e aleijados.
O politicamente correto e enjoado.
Senso de direção pro outro lado.
Uns acham que ajudam.
Dentro de carros importados.
Mas abrem mais um abismo.
Direções e sentidos errados.
De homens que correm afobados.
Fingindo-se atrasados.
Sem perceber que o tempo não para.
Que não tem janelas, nem amarras.
Apenas a cegueira seletiva.
De meias verdades,
inteiras mentiras.

Leinad Johnes

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Blue Moon in the Sky

Come shine in the sky.
My sweet blue moon.
Where stay in your hug is so cool.
And your kisses let me high.

Like a mirror in your eyes.
I see myself in the past.
When you was my best.
And the proof it's only mine.

A week and I can't wait.
Be close, in your side.
And this is what I paid.

But the future this night.
That the Blue Moon make.
My love ever bright.


Danibron
31.08.2012

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Beije-me

Beije-me como se fosse o último dia.
Talvez você acerte e não se arrepederás.
Deixe-me apenas com carinhos.
Pois a partida subita virá.

Tenha em mente que o improvável acontece.
E saberás dar mais valor ao que tens.
Não peça atenção, pegue, empreste.
Não se dê por vencida.

Dispa-se e deite ao meu lado.
Liberte-se e sinta o afago.
Se você pensa o que falo.
Vê o que sinto.
Cheira meu gosto...
Então cale ao encosto.
E ouça o meu toque.
Que nessa tórrida alcova.
Não me falte a sorte.

Beijo-te como se fosse o último dia.
Que tocaremos nossos lábios.
Superiores, pequenos ou sábios!
Mesmo que em fantástica fantasia.


Daniel Bronzeri Barbosa
28.08.2012

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Luzes @ São Paulo

A luz que entra por minha janela. Me faz lembrar que a Paulicéia não dorme. O sinal fechado da esquina faz piscar. Verde, amarelo e vermelho. Não adianta esconder com o travesseiro. Elas estão lá a piscar. Como calipígias fadas. E suas pretuberâncias iluminadas. O apito do guarda desnecessário. E bem nesse horário. A maioria dorme, nós não. Insones vertebrados e suas carapaças de sofá. Mesmo com televisores desligados. Esperando um descanso que não vai chegar. Filhos esquecidoa de Morpheu. Sonados como a fé de um ateu. Vamos fugir? Pra Passargada ou pra outro lugar. Vamos fingir. Ser felizes num post a compartilhar. Vamos dormir. De olhos abertos pra luz a brilhar. Vamos nos despir. Das mentiras de outrora e a verdade a queimar. Saia, daqui ou vista-se. Deite-se aqui e beije-me. Pois só assim posso ir. Ao encontro dum mundo que não me pertence.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

FLIPORTO TOC140

SOBRE A VELHICE// Enquanto tiver língua e dedo, / quando namorar não me calo. / Não é por falta de falo / que a mulher correrá de medo. #TOC

MAR E MORRO // Amar o mar e a maré. / Viver e ver só você. / Se corro, demoro a me socorrer. / Não moro no morro mas lá irei morrer.#TOC

BAR A BEIRA MAR // O sopro na sombra da sobra do bar. / O sol solitário só a nos saudar / Telhado centelha a nos queimar / A brisa do mar na brasa do Amar#TOC

ESTICO E NÃO TOCO // Decoro o decoro pra te corroer. / Em seu céu me assanho pois quero você. / Estico e disto de tocar o seu ser.#TOC

DISTÂNCIA QUE EXCITA // Faço tudo ou nada / te aquieta madrugada / Clara lua noite alta / só na sua imensidão / a distância nos separa / fica a tara e o tesão.#TOC

@Danibron participando...

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Meu Trabalho

Simples...
Eu trabalho e faço o que outros não conseguem.
Seguro as pontas.
Aparo as arestas.
Limpo as buchas de canhão.
Quebro galhos (e nisso eu sou expert e bem preparado)

As vezes,
Também ponho fogo no palheiro.
Convoco os palhaços pro circo.
Xingo, brinco e sofro.

E também.
Quando preciso faço o café.
Arrumo o armário de livros.
Conserto a descarga ou a torneira.

Passo cabo de rede.
Configuro o computador de uns e outros desafortunados.
Pago almoço.
Limpo a mesa da cozinha.

É isso que eu faço.
Sou pau para toda obra!!! (quando eu quero)

Daniel Bronzeri Barbosa
(26.07.2007)

sábado, 28 de julho de 2012

O Que-fala!

Amigos, colegas e parceiros,

O Que-fala! é mais do que tecnologia,
O Que-fala! é prática.
O Que-fala! é mais que um produto, serviço ou solução.
O Que-fala! é respeito, carinho e atenção.
O Que-fala! é mais que facilidade.
O Que-fala! é possibilidade.

Que-fala! Dá voz a quem não têm!


sexta-feira, 29 de junho de 2012

Paz e Amor, seja pra quem for.

Os homens se matam.
Pois desconhecem o Amor.
Se não plantarmos carinho.
Só colheremos a dor.

Se prezo viver em sociedade.
E quero pessoas onde eu for.
Nao posso me prender a vaidade.
E me posicionar como observador.

Tenho que ser mais janela.
E bem menos atirador.
Proteger nossa integridade.
Respeitando o opositor.

Defender liberdade e igualdade.
De boca cheia e sem pudor.
Salvamos a amizade.
Em vez de armas, palavras.
E muitos gestos de Amor.


Daniel

tempo

O tempo,
pai da prudência.
Da paciência vizinho.
E da ausência inquilino.

Esse tempo,
que traz descontentamento.
Sustenta a angustia.
E nos deixa indecisos.

É o mesmo tempo,
que dobra a esquina.
Engana menino ou menina.
Com seu temperamento.

Tempos de mudança.
De dança muda.
Com relevância.
De eterna esperança.

Tempo de apostar.
De esperar o momento.
De cumprir juramentos.
De crédito dar.

Tempo que passa.
Tempo que some.
Tempo que paga.
Tempo que colhe.

Tempo.
Cuidador da vida.
Um segundo segundo.
Do primeiro que finda.

Tempo que faz o sol nascer.
A lua o céu percorrer.
E nós, meros senhores da terra.
Admirar e sofrer.

Tempo, estampado na cara.
Do pequeno que dorme.
Do gigante que cuida.
Do bobo que escreve.

Tempo, dono de tudo.
De todos.
Decisão que cabe apenas a ele.
Do início e do fim.

Tempo...
Tempo...
Tempo...

Me dê um pouco de ti.
Já que tens tudo de mim.

Daniel Bronzeri Barbosa
29.06.2012

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Sexo Oral - Apenas Dicas

Respostas para mais um Post da Elise.


Sobre sexo oral não sou professor, mas já ouvi que faço como ninguém e modéstia parte acredito quando dizem isso me pedindo mais, mais e mais (nada nada humilde...)

Bom, Sexo Oral de homem pra mulher ou Marisa (de mulher pra mulher)...
Ou resumindo como chupar uma buceta (me desculpem mas a palavra existe e não tem porque não falar).

1 - Nada de ir direto ao ponto: Não é para tirar a roupa da mulher e cair de boca... romance... beijos brutos... força... ou pegada é importante, antes de chupar lá embaixo, faça a cabeça da mulher, use as mãos, beije os seios, entenda se ela quer, pois quando a mulher não quiser, não adianta fazer porque tem que fazer sempre. Não crie regras na cabeça nem siga formas, SINTA, eu seu amigo Saladeto e Saladetes que curtem que é dificil sentir, somos (homens no caso) mais racionais, mas sinta o prazer exalando de sua parceira e desça...
2 - Chegando lá: Quando chega lá, lembre-se que você vai chupar a buceta e não apertar a campainha pro amigo entrar... não faça como nos filmes pornôs arregaçando ela abrindo tudo como se fosse rasgar uma carta, pernas, pelos (quando estão lá), lábios, tudo... lamba parte por parte, como se fosse um sorvete magnum multi-camadas, mas também não demore, de novo SINTA ela se abrir pra você...
3 - Trabalhando o botão mágico: O clitóris não é mágico, é sensível, não precisa ser direto nele e novamente não existe uma fórmula, precisa de paciência, muda de mulher pra mulher e as vezes de época para época da mulher, circunde a lingua envolta dele, dê sim petelecos com a língua, mas não aperte como se fosse lançar o foguete do submarino. Você não está jogando video-game que precisa segurar o botão x. Movimentos circulares são os preferidos, mas pinceladas também são favoráveis, assim como fazer um nãozinho com a lingua emcima dele.
4 - Chupar buceta não é só mexer com a língua no clitóris: Pode sugar um pouco, use os lábio, pode enfiar a língua, pode usar os dedos é até bom, achar o ponto G não é difícil, precisa de tato mas é altamente recomendável... por isso apare as unhas, não seja totalmente um Ogro, arranhar o lugar vai te custar a foda.
5 - Quando usar os dedos: Tome cuidado pois temos a teimosia de sempre querer brincar em todos os lugares, afinal estamos no play porque não vamso aproveitar tudo...
se a mulher não gosta não enfie o dedo no cú dela, respeite e aceite os limites. Se ela gostar não enfie como se fosse furar um bolo... vá com cuidado, lubrificando, explorando o local... Se você conseguir a mágica de apertar o ponto G com um dedo e colocar o dedo lá...a gozada será épica.
6 - SINTA O PRAZER DELA... não demore, não teime... olhe pra ela... para o rosto dela... não fique escondido no lençol...
7 - Não CUSPA: Filme pornô não é parâmetro para chupada (não custa nada repetir e ser BEM redundante), não precisa cuspir... sua lingua produz saliva, esta saindo da sua boca já a utilize se for necessário.
8 - Não se assusta: Mulher ejacula. SIM... as vezes mais, as vezes menos, as vezes nada. Mas não se assuste se ocorrer se sinta feliz pois você foi pelo caminho correto.
9 - Não siga ipsis litteris, não é um manual, são observações apenas.

Mulheres (e homens também pois o efeito é similar), preparem-se para receber também.
Sei que a imensa maioria dá aquela preparada nos pelos para receber seu querido (se não der EU não vejo problema).
Higiene é fundamental, é mas tenha cuidado. (Não, não sou louco).
Homem não gosta de lamber lencinho umidecido. Sentir gosto de sabonete. Se engasgar com pelo. Ver papel higiênico grudado (sim homens ligam para isso).
Portanto pode fazer a higiene, mas no final de uma enxaguada boa. Ou espere um tempo (aproveite e demore um pouco mais antes de deixar o ou a cara cair de boca.
Tomar suco de maracuja, pitanga, acerola ajuda... bebidas com cravo e/ou canela também... deixam com um gosto (aroma e sabor) muito bons.

Bom... acho que é isso.
Não sou expert, mas posso dier isso por 20 anos de experiência e espero eu evolução na arte.


Só para não ficar restrito na chupada vou colocar o que gosto e já ouvi que outros amigos... opinião mais masculina e de experiência mesmo. 

1 - Não morda... nem arranhe com os dentes a cabeça do pau... quando não dói, dá aflição.
2 - Não precisa chupar 1 hora... Não necessariamente gozamos na chupada. Pelo contrário gozamos pouco na chupada.
3 - Não fique enfiando a língua na uretra, sabe aquele buraquinho na cabeça do pau, incomoda... atores de filmes pornôs tem menos sensibilidade.
4 - Não queira cair de boca de cara... se estiver mole vai virar chiclete na sua boca... não masque, dê uma pegadinha antes, excite o cara (o que não deve ser dificil se for o cara ta estranho, doente ou não gosta da coisa).
5 - Cuidado com o aparelhos. principalmente os de céu da boca. E com pircings e afins.
6 - Unhas não tem tanto problema pois vocês são cuidadosas, mas não arranhe, isso não acaba com a foda mas pode atrapalhar.
7 - Esse negócio de garganta profunda é para filme... a sensibilidade é bem maior na parte de cima pense assim, sua mão segurando ele (o caralho) na base ajuda a limitar bem. Se isso for pouco para conseguir preencher a boca o pau é pequeno sim. Faça outra coisa ou engula ele todo.
8 - Brinque com as bolas, mas não aperte, criei um vinculo... é gostoso sim, mas precisamos ter um relacionamento BEM ESTÁVEL, pois a maior dor é um apertãozinho nelas... Ahh e elas se escondem as vezes não se assuste...
9 - Não siga regras ou crie modelos e padrões de chuapada. O inexperado é bom.
10 - Inexperado é bom, mas respeite. Tem uma inverdade que homem Gosta de "aterrar", levar uma dedadinha. Se você quer experimentar converse com o cara antes, ou faça massagens na região e se ele se arreganhar dai pode tentar... Comigo não vai... NÃO ADIANTA INSISTIR. E sim já tentaram e sim, não foi NADA BOM, quase joguei a moça na escrivaninha. Passo, passo, passo. Ahh se o cara curtir um dedinho ele não é viado... ele é viado se curtir um dedinho de outro homem ou se pedir um consolo no rabo... colocar o espanador no cú e te comer como se fosse um pavão, dai ele é viado sim.

Bom é isso...  conceitos e dicas.

Escrito inicialmente para as Saladetes e Saladetos,
Do Saladeto #1
Daniel

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Viver

Viver é não só acreditar no futuro.
É apostar na sua missão.
Viver é buscar a felicidade.
Sua, da união e sociedade.
Viver é manter o equilibrio.
Familia, trabalho e amigos.
Viver é buscar o saber.
Menos falar, mais ouvir e aprender.
Viver é dificil sim.
Mas afinal isso que da valor pra mim...


Daniel
17.05.2012

terça-feira, 15 de maio de 2012

Das formas de me enxergar.

Sou chato pra comer.
Alegre ao beber.
Um romantico engraçado.
Sempre tarado.
Tenho amigos eternos.
E eles tambem me tem.
Posso ser bem sério.
Ou brincar de trem.
Sou o que digo.
Nao o que me interprete.
Sou agudo sustenido
Nao um dó que se repete.
Ora estou entusiasmado.
Ora enfurnado na cama.
Espero que poucas vezes odiado.
Menos ainda por quem me Ama.
Mas de todas as formas que me enxergo.
Sou solicito, ajudo e me entrego
Procuro sempre manter o ego.
Pra saber quem sou quando ficar eterno


Sou eu.
15.05.2012

sábado, 21 de abril de 2012

Guardar seu beijo e outras loucuras.

Quero guardar seu beijo.
Debaixo de meu travesseiro.
Um pouco egoísta, um pouco faceiro.
Mas guardo pra mim o seu beijo.
Em troca divido contigo meus sonhos.
Meus desejos, minhas aventuras.
Conto também minhas agruras.
Meus anseios e os desesperos.
Me abro como o mar.
Mas assim como te deixo ver.
Posso num golpe te expulsar.
Tenho medos, quem não tem.
Emoções e sentimentos não são patinetes.
São trens.
Desgovernados,
que te encontram.
Que explodem no seu colo.
São bombas de alegria.
E fortes ventos de desesperança.
A razão, a proporção e a teoria.
Se perdem na noite vazia.
No copo gelado de sicuta.
Na carne vendida por mães e putas.
No coro dos padres e bispos suados.
Em plena zona do meretrício.
Na piada mal contada sobre o patrício.
Some em meio aos testes.
Em meio as preces.
Ou numa singela contestação.
Quem rouba mais?
Policia bandida ou caridoso ladrão?
Todo mundo Ama o Robin Hood.
Mas contou-se apenas uma parte da história.
Quem tem pena do Darth Vader.
Acredita em bom senso e retórica.
Mas esquecem do assassinato de jovens padawans.
Ou da queima de índios.
Cecis, Peris ou Tupãs.
Me deixe guardar seu beijo.
Pois de tudo que preciso.
Ele é o que mais desejo.

Daniel Bronzeri Barbosa
21.04.2012

sábado, 14 de abril de 2012

Superação...


Não sabia quão gostoso é ajudar.
Não sabia como é bom fazer o bem, sem ter absolutamente nada em troca.
Ou melhor sem ter nada palpável, tangível, pegável em troca.
Pois o prazer em doar tempo, capacidade e vontade é enorme.
Fico feliz por ter sido aceito nessa associação.
Por ver quanta gente briga, se esforça, dá o sangue, para fazer simplesmente o bem.
Por se sentir bem, mesmo cansado.
Obrigado a todos que me deixam vivenciar isso.

sábado, 7 de abril de 2012

Na minha lua...

Na minha lua... Entrariam bailarinas e dançarinos de tango. Trapezistas e alguns palhaços mundanos. Para poder imitar. Na minha lua... Entrariam jogadoras de vôleibol. As musas do curling bronzeadas do sol. Para se admirar. Na minha lua... Entrariam crianças espoletas. Velhos apoiados em suas muletas. Para aproveitar. Na minha lua... A gravidade é zero e o tempo não passa. O ambiente é gostoso e a luz escassa. Para acalmar. Na minha lua... Tem vida, tem erros e defeitos. Que curtimos de qualquer jeito. Para poder pensar. Na minha lua... As deusas e ninfas ficam nuas. As bruxas e magas aprontam das suas. Para atiçar. Na minha lua... A guerreira namora o dragão. A irmã brinca com o irmão. Para alegrar. Na minha lua... Tudo é permitido. Pois não terá mocinho ou bandido. Para perturbar. Na minha lua... Quero você ao meu lado. Suspirando baixinho, enquanto eu acordado. Para isso falar. Na minha lua... Para a sua. Dandan Johnes

quarta-feira, 28 de março de 2012

terça-feira, 27 de março de 2012

sexta-feira, 16 de março de 2012

Como comemorar o St. Patrick’s Day em São Paulo


Dia 17 de março é o dia de nosso padroeiro.

Mas quem foi o tal do St. Patrick (que a partir de agora chamarems de Seu Patrício)?
Seu Patrício foi um missionário encarregado de converter os Irlandeses ao Cristianismo (e mais uma vez a igreja se faz presente) no século 4º depois de Cristo (é aquele mesmo que não sabemos se foi ele mesmo).
Seu Patrício é considerado o fundador da Igreja Católica na Irlanda.
Lá na Irlanda dia 17 de março é feriado nacional, por estar próximo do início da Primavera, as pessoas se vestem de verde (principal cor do país). Na capital Dublin, ocorrem diversos desfiles de Carnaval e as festas correm a noite a dentro.
As crianças seguem uma tradição, de beliscar os colegas que não usarem verde no dia.

Então, vamos comemorar?

Por ordem de preferência deste que escreve:

O’MALLEY’S
Haverá música ao vivo com a banda irlandesa Murphy’s Law, Irish Fellas e Crosstown Traffic. Na compra de 1 cartela com 3 chopes Heineken ganha uma caneca exclusiva Heineken & O’Malley’s, limitado a 600 canecas. Ou 3 chopes Guinness mais R$ 15 leva uma camiseta Guinness. Camiseta O’Malley’s St. Patrick’s por R$30. Tomando 2 pints da linha Fuller’s paga apenas R$ 25 pela camiseta. Eco bags heineken & o’malley’s, R$5.
R$75 (homem) e R$50 (mulher)
Onde fica: Alameda Itú, 1529 – Jardins
www.omalleysbar.net

St. Patrick´s Guinness Party
Festa patrocinada pela Guinness com shows das bandas Insônica, U2 Alive  DJ luizão.
R$60 (homem) e R$30 (mulher)
Onde; Rua Brigadeiro Galvão, 871 (info: 2532.3210)

ALL BLACK
A festa começa a partir das 14h com as bandas Templários, Insônica e Rock Diggers. Haverá welcome drink e camiseta.
R$60 (homem) e R$30 (mulher)
Onde fica: Rua Oscar Freire, 163 – Jardins
www.allblack.com.br

THE BLUE PUB
Apresentação da banda Boru Irish Music.
Promoções de Camiseta Guinness R$ 50 (ganha 2 chopes Guinness), Cartola Guinness R$ 30 (ganha 1 chope Guinness) ou Camiseta Heineken R$ 40 (ganha 2 chopes Heineken) e Especial Irish Stew R$17.
R$69 (homem) e R$31 (mulher)
Onde fica: Alameda Ribeirão Preto, 384 – Bela Vista
www.thebluepub.com.br

FINNEGANS
A festa começa a partir das 16h e vai até 00h.
Haverá tradicional apresentação de Gaita de Fole.
R$45 (homem) e R$25 (mulher)
Onde fica: Rua Cristiano Vianna, 358 – Pinheiros
www.finnegans.com.br

ST. JOHN’S IRISH PUB
Chope verde regado ao som de Ellen Rock.
Onde fica: Rua Itapura, 1308 – Tatuapé.
www.stjohns.com.br

DUBLIN
Shows de Recycle, Papo de Gato, Dancing Days e The jungle.
R$60 (homem) e R$35 (mulher)
Onde fica: Rua Ministro Jesuino Cardoso, 178 – Vila Olimpia
www.dublin.com.br

FRANGÓ
Onde fica: Largo da Matriz Nossa Senhora do Ó, 168 – Freguesia do Ó
www.frangobar.com.br

REPUBLIC PUB
Os primeiros 100 clientes receberão um Welcome Drink e todos que passarem pela casa participarão de sorteios de diversos brindes. Shows: BUBBLES (15h45) – BETTO LUCK (20h30) – JUNKIE BOX (01h00).
Promessa de muita música, Guinness e Chopp Verde.
R$65 (homem) e R$45 (mulher)
Onde fica: Rua Delfina, 110 – Vila Madalena.
www.republicpub.com.br

BIERBOXX
Muito rock’n'roll, Chope Verde (R$ 7), Guinness (R$ 12) e camiseta comemorativa (R$ 40). Terá uma quantidade limitada de Duff edição especial St. Patrick (R$ 10), Fish & Chips (R$ 15).
Onde fica: Rua Fradique Coutinho, 842 – Vila Madalena
www.barbierboxx.com.br

KIAORA
Promoções de Guinness entre outras promoções especiais, além do show do cover do U2.
R$70 (homem) e R$35 (mulher)
Onde fica: Rua Dr Eduardo Souza Aranha, 377 – Itaim Bibi
www.kiaora.com.br


LONDON STATION
Show com a banda Versus Murphys.
R$50 (homem) e R$40 (mulher)
Onde fica: Rua Tabapuã, 1439 – Itaim Bibi
www.londonstation.com.br

MELOGRANO
Participar da festa entrada de R$ 60, com direito a shows, 1 chope Guinness, 1 chope verde e 1 porção de batata ao murro.
Onde fica: Rua Aspicuelta, 436 – Vila Madalena
www.melograno.com.br

WALL STREET BAR
Com a exclusiva cerveja Duff Beer Green, com rótulo comemorativo em alusão ao St. Patrick’s Day. Rodadas surpresas de drinks free aos presentes ao bar.
R$50 (homem) e R$30 (mulher)
Onde fica: Rua Jerônimo da Veiga, 149 – Itaim Bibi
www.wallstreetbar.com.br

RHINO PUB
Welcome Drink shows com as bandas Oran (celta), Mr. Burns (Pop Rock) e Tilt (Classic Rock).
R$45 (homem) e R$30 (mulher)
Onde fica: Av. Cotovia, 99 – Moema.
www.rhinopub.com.br


Outros Interessantes:

ASTERIX
Onde fica: Alameda Joaquim Eugênio de Lima, 573 – Jd. Paulista
www.barasterix.com.br

THE PUB
Onde fica: Rua Augusta, 576 – Consolação
www.thepubaugusta.com

PADDYS PUB
Onde fica: Av. Luiz Dumont Vilares, 655 – Santana
www.paddyspub.com.br

THE JOY
Onde fica: Rua Maria Antônia, 330 – Higienópolis
www.thejoy.com.br

CERVEJA GOURMET
Onde fica: Rua Tito, 400 – Vila Romana
bar.cervejagourmet.com

PJ CLARKS
Onde fica: Rua Doutor Mario Ferraz, 568 – Itaim Bibi
www.pjclarkes.com.br

CAFÉ ELÉTRICO
Onde fica: Rua Francisco Estácio Fortes, 153 – Santa Cecília
www.cafeeletrico.com.br

quarta-feira, 14 de março de 2012

A Banda mais Bonita da Cidade

Conheci só agora... gosti...

Aos garotos de aluguel


Oração

Sou o tudo e o nada!

Não sei de qual religião sou.
Se o Corinthians marca, eu grito gol.
E que Nossa Senhora me proteja.
Com qualquer coisa que eu seja.
Se houver mais divindades.
Que eu descubra no fim da idade.
Se houver outra vida.
A próxima que decida.
Não me lamento.
Nem me prendo a sacramento.
Mas também não me iluda.
Com Oxalá, Maomé ou Buda.
E se os anjos disserem amém.
Subo e fujo nesse trem.
Não importa se sou testemunha.
Jeová vi lá em Cunha.
Não acredito em duendes não.
O ultimo me roubou e me deixou sem um tostão.
Que Zeus o prepotente.
Cuide dos meus, contente!
E minha deusa Afrodite.
Faça com que eu acredite.
No Amor e na vida.
Cheirosa e colorida.
Luto pela Paz.
Como eu for capaz.
Reverencio a lua.
E a natureza nua.
Saúdo a terra e o sol.
E resumindo o que sou.
Acho que ateu!
Graças a Deus...

 Daniel 14.03.2012


terça-feira, 13 de março de 2012

A Reza da Aposentada...

Aposentadoria... sim, mas com criatividade sempre...



Deus me proteja da sua inveja
Deus me defenda da sua macumba
Deus me salve da sua praga
Deus me ajude da sua raiva
Deus me imunize do seu veneno
Deus me poupe do seu fim


Deus me acompanhe
Deus me ampare
Deus me levante
Deus me dê força


Deus me perdoe por querer
Que deus me livre e guarde de você

Rita Lee Johnes 
Eterna Dama, Musa e Mãe do Rock Brasileiro

segunda-feira, 12 de março de 2012

Pra que falar?


Deixamos muitas reticências.
Nós esmagamos as entrelinhas.
Sem contar as divergências,
o diz-que-me-diz e as picuinhas.

Conversamos bem quando quietos.
Em silêncio e as vezes deitados,
Elas úmidas, eles eretos.
Corpos geralmente suados.

Ai sim! Tem entendimento.
Nessa hora ninguém segura.
E quase sempre com contentamento.
Transmitindo energia pura.

Conversando até por pensamento.
Sem pudor mas com ternura.
Esse é o melhor momento.
Mente aberta, exposta e nua.

Sem legenda dos gêmidos,
Doce prazer sem interferência.
Sem desenho dos grunhidos.
Sem coesão com coerência.


12.03.2012

Dan

(Resposta a seguinte Michelisse: "Toda conversa entre um homem e uma mulher deveria vir legendado com o que fica nas entrelinhas. Entre o que se diz e o que se pensa há um grande espaço semântico para ser explorado.")

Exemplos de Trabalho em Equipe










quinta-feira, 8 de março de 2012

desejos

quero beber na fonte
o gozo que jorra da vulva
quero ser hoje, mais que ontem
e amanhã mais do que nunca

quero seu seio e sua bunda
morder sua virilha
te ter inteira nua
e fazer maravilhas

quero trepar, meter, foder
quero gozar sem parar
até o amanhecer
até sol, lua virar

tirar seu fôlego
te deixar sem fala
ver-te arquear o corpo
enquanto minha boca não para

boca e mãos em teu corpo
me sinto com sorte
de te ter inteira
e não por parte

se doe a mim
e aceite meu falo
agradeço e grito ao mundo
não me calo

pois o sexo contigo é tudo
e a falta dele meu fardo
comece de novo
na cama, no chão ou no carro


Dandan Jones
08.03.2012

Me sinto o que não sou...

Me sinto em outro mundo...
com outras leis,
outros tudo.
Me sinto levitando
mesmo pesado.
Me sinto sonhando,
acordado.
Me sinto perdido,
sabendo onde estou.
Me sinto ferido.
Quem me machucou?
Me sinto sozinho,
no meio da multidão.
Me sinto calado,
com a alma gritando
em vão.
Me sinto cego,
vendo o mundo rodar.
Me sinto surdo,
ouvindo o barulho do mar.
Me sinto mudo,
de tanto querer cantar.
Me sinto sem centro,
com medo de andar.
Me sinto solto,
pronto pra voar.
Me sinto e minto,
só pra te preocupar...

Danibron
08.03.2012

respostas...

Fortes e meigas, bravas e sensíveis.
Magras, baixas, altas e gordinhas.
Loiras, morenas, mulatas e ruivinhas.
De qualquer etnia, basta ter sintonia.
Com suas lingeries audaciosas.
Ou preferencialmente nuas em pêlo.
Temidas ou graciosas,
Corajosas ou de insetos com medo.
Cheirosas e calientes
Quem não gosta é demente.
Amo a todas sem escolha.

E que façamos (nós homens machistas do caralho) todos os dias, um dia da mulher… Pois elas merecem…

quarta-feira, 7 de março de 2012

Um sonho de R$2,00

É engraçado, olhar pra frente e não ver nada além do que estamos imaginando.
Superficialmente atrapalhado pelo livro que escrevo em minha mente, desenrolando a história, iniciando as viagens, compras, passeios, vendo os sorrisos.
Chego a sentir a agradável sensação das gargalhada, o pedir um pouco mais, o apertar a mão do medo da montanha russa gigante. Vivencio em segundos, anos de alegria daqui para frente. Tudo tão fácil de pensar, vejo os jogos que faria, os churrascos, as festas, as pizzas.
Me cerco de amigos para juntos construir um futuro ainda mais promissor, me rodeio de boas pessoas, ou as que considero boas pessoas, faço o bem e me faço bem.
Danço como um louco, dentro de uma festa numa casa de árvore, penso na descida da catarata num tonél. Mais uma vez viajo e sinto o cheiro do mar ao mergulhar com golfinhos, o cheiro da terra molhada, do capo do carro ainda aquecido porém molhado pela chuva.
Vou a todos esses lugares sem sair da minha cadeira, sem mexer um músculo, nem fechar os olhos.
Tudo por um sonho de R$2,00, contra todas as estatísticas, contra todas as possibilidades.
O que vale é o sonho!

DBB

Não vá embora...


E no meio de tanta gente eu encontrei você
Entre tanta gente chata sem nenhuma graça, você veio
E eu que pensava que não ia me apaixonar
Nunca mais na vida

Eu podia ficar feio só perdido
Mas com você eu fico muito mais bonito
Mais esperto
E podia estar tudo agora dando errado pra mim
Mas com você dá certo

Por isso não vá embora
Por isso não me deixe nunca nunca mais
Por isso não vá, não vá embora
Por isso não me deixe nunca nunca mais

Eu podia estar sofrendo caído por aí
Mas com você eu fico muito mais feliz
Mais desperto
Eu podia estar agora sem você
Mas eu não quero, não quero

Por isso não vá embora
Por isso não me deixe nunca nunca mais
Por isso não vá, não vá embora
Por isso não me deixe nunca nunca mais..

sexta-feira, 2 de março de 2012

Intempéries

O Amor não é sólido mas está sujeito a interpéries.
Seja o Humor ácido ou a crítica destruitiva.
O zéfiro que sopra seus cabelos, me lembra o tempo antigo.
Dois dias conversando, apenas agindo como amigo.
A enchente que inunda o coração traz alegria.
E depois esquenta a alma, mesmo em noite fria.
A poeira que levanta na rua, turva a vista e vai-se embora.
Deixa uma bruma densa e escura que finda em volta.
...

Inacabada...

Começo ou ré-começo

No primeiro dia do ano,
Meu coração bate dentro do peito.
Será mais um, que me darei o cano?
É, pelo visto, não tem jeito.

Sei porque isso tenho feito,
Só não sei, até onde ou quando?
Mas se Amor ainda escorre em meu leito.
Continuarei com todas conversando.

Ser apenas um galanteador.
Garantir a dor do dia seguinte.
Insistir nesse grande papel de ator.
Fingir tudo bem, como na novela das vinte!

Quero meu copo de aguardente.
Cheio e que me arda a alma.
Que me deixe tonto e dormente.
E que eu receba o que der de calma.

Pois dentro de mim, sou mar revolto.
E esse monstro que me toma.
Me deixa muito mais solto.
A um passo do estado de coma.

Fico tarado, pilhado, excitado...
Pareço um velho babão senil.
Com o coração bem acelerado.
Com corpo, cabeça e penso a mil.

Pensamentos ao lado do Mar...

Penso em como foi.
Pra onde eu fui.
No primeiro, Oi!
Nos primeiros uiiiis!

O pensamento cria vida.
E as peças começam a se juntar.
Num quebra cabeça que não finda.
Mesmo com a falta de ar.

O choro, o riso e a prosa.
Ajudam a nos socorrer.
E sem deixar de ser Barbosa!
Deixando o triste corroer.

Lembro que o Mar,
Não tem pra onde correr.
Sabendo que pra Amar,
Não precisamos sofrer.


 Daniel B. Barbosa 01.01.2012

quinta-feira, 1 de março de 2012

Março chegou, bem vindo 2012

Finalmente Março chegou.
E o desespero acabou...
E a enchente secou...
E a bateria carregou...
E a cama bagunçou...
E a fonte brotou...
E o encanto lembrou...
E a promessa acabou...
Meu umbigo voltou...
Finalmente.
Março chegou!!!