quarta-feira, 7 de março de 2012

Um sonho de R$2,00

É engraçado, olhar pra frente e não ver nada além do que estamos imaginando.
Superficialmente atrapalhado pelo livro que escrevo em minha mente, desenrolando a história, iniciando as viagens, compras, passeios, vendo os sorrisos.
Chego a sentir a agradável sensação das gargalhada, o pedir um pouco mais, o apertar a mão do medo da montanha russa gigante. Vivencio em segundos, anos de alegria daqui para frente. Tudo tão fácil de pensar, vejo os jogos que faria, os churrascos, as festas, as pizzas.
Me cerco de amigos para juntos construir um futuro ainda mais promissor, me rodeio de boas pessoas, ou as que considero boas pessoas, faço o bem e me faço bem.
Danço como um louco, dentro de uma festa numa casa de árvore, penso na descida da catarata num tonél. Mais uma vez viajo e sinto o cheiro do mar ao mergulhar com golfinhos, o cheiro da terra molhada, do capo do carro ainda aquecido porém molhado pela chuva.
Vou a todos esses lugares sem sair da minha cadeira, sem mexer um músculo, nem fechar os olhos.
Tudo por um sonho de R$2,00, contra todas as estatísticas, contra todas as possibilidades.
O que vale é o sonho!

DBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!