sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Felicidade!!!

Saber que posso voltar a Amar.
Receber um pedido de colo dos meus filhos.
Entender a eterna preocupação da minha mãe.
Comer uma comida feita do meu pai para mim.
Receber pedidos de comidas especiais, por quem diz gostar.
Receber um chamado de oi e ai como está?
Dar um beijo nos meus pequenos.
Ver o sorriso de satisfação na cara do meu filho quando ele ganha no video-game.
Reclamar que ele fica narrando o jogo.
Perceber como minha pequena cresce, se estabana nas coisas e perde a noção do espaço.
Sentir um abraço dos amigos de verdade.
Aceitar que a infância foi na infância, a adolescência foi na adolescência e que foi bom.
Correr ao primeiro e-mail que chega.
Sorrir ao receber e-mails do PagSeguro.
Se alegrar ao fazer parte de uma turma de verdade.
Estar na presença dos amigos, bebendo ou pegando metrô.
Ter o suporte de uma família extremamente Amorosa e Carinhosa.
Ser desafiado a superar meus limites.
Superá-los e ver que posso ainda mais.
Ver uma criança brincando na rua.
Ouvir o som do páteo do colégio na hora do recreio.
Sentir o vento da madrugada e ouvir os barulhos das sombras da noite.
Ver a Lua. Sentir o Sol. Pegar a Chuva.
Inventar histórias em cada rosto no trânsito.
Ser engraçado quando preciso e palhaço em horas impróprias.
Ouvir barulho de tênis em quadra de taco, bola de volei batendo no chão, um tackle.
Lembrar de quem fez parte da minha vida, me formou e faz parte do que sou.
Assistir meu time jogar.
Ver esporte e entender.
Dormir no fim da tarde.
Acordar com a janela aberta.
Tomar banho no escuro.
Receber surpresa sem susto.
Comer e beber.
Sentir tesão sempre e mais do que isso não ouvir: Não!
Dizer ou ouvir cheguei pai com naturalidade.

Reviver o nascimento.
Acreditar em algos.
Esperar o melhor.
E tantas outras coisas, pequenas ou grandes que só esse mundo, só essa vida pode nos proporcionar.
Nessas horas sou mais feliz.
Nessas horas sou eu.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!