sábado, 7 de dezembro de 2013

Novamente!

Eis que me deparo novamente com a saudade!
Não te vejo a uma semana, pouco nos falamos pelo telefone.
A distância fisica diminui de verdade.
Mas o trabalho me faz ficar longe.
Apenas sua voz não mais me contenta.
Só o pensar já não me sacia.
Começo a ficar de marcha lenta.
Pois estou sem o combustível Amor, wue tanto me preenchia.
Um carinho ao seu lado.
Um teto para a noite fria.
O desejo de nossos corpos colados.
A saudade de sua pele macia.
É hoje!
Te vejo de noite.
E não importa se rodeados de gente.
Dividir não é um problema.
Desde que estejas presente.

Te Amo e  sinto sua falta!

Dan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!