segunda-feira, 3 de novembro de 2014

iZilda

Todos querem um Apple!
Um iphone, ipad, iwatch.
Eu me casei com a Ju e ganhei.
Um casal de pais postiços especial.
iVan e iZilda.

Izilda nos deixou.
Com algimas lições de vida.
Foi encontrar seu filho.
Findou sua evolução terrena.
Com outros planos em outros planos.
Izilda e André logo estarão juntos, dividindo o que é deles, olhando para os que precisando e sei que sempre fazendo o bem.

Dizem que todo morto vira bonzinho.
Izilda não será diferente,  mas com razão,  pois a acidez nos comentários, o humor sarcástico, o mau humor temporário ou a necessidade de controle são momentâneos, foram necessários e fizeram muitos crescerem. Simplesmente por usar a verdade como ferramenta de trabalho do dia-a-dia. Sem média,  sem meias palavras.

Verdade e a solidariedade são as duas palavras que explicam Izilda, são as palavras que a traduz, que deixa simples o lembrar.

Os que ficam serão sempre saudosos, mas tenho certeza que ela foi convocada para participar da festa de finados com o André,  se bobear para acompanhar com pandeiro, o cavaquinho do filho.

Descanse e evolua Izilda, se tiver próxima que me encontre mais cedo.

DAN

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Faz parte da vida...

Escrever faz parte da vida, da minha vida.
Quando estou em períodos tristes me alivia,  me tira parte da angústia do peito, me acalma. Quando feliz, me fotografa, transforma meu dia.
Ja disse, não escrevo pra satisfazer alguém,  escrevo pra mim e se servir pra alguém serei vaidoso e ficarei mais feliz ainda.
Começo textoa que não termino, termino textos que não escrevi, me inspiro desde menino, no que olhei, falei,  ouvi.
Escrevo porque quero, escrevo pois vivi.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Prova!

De todas as provações que passei.
Nesse pouco tempo de minha vida.
Agradeço que finalmente te encontrei.
Num verão de uma sala perdida.

No momento não me toquei.
Que a busca estava finda.
Lembro do "Bom dia" que dei.
Pra bela morena distraída.

Conversamos muito eu sei.
E perdi um beijo de saída.
Mas persisti e seu email peguei.
Dando um respiro na despedida.

Conversa vai, conversa vem.
E de um mundo virtual dei a partida.
Se beijo for bom, meu bem.
Namoro contigo escondida.

E foi, e fizemos, e ficou tudo zen.
E até hoje está mantida.
Relação tão divertida.
Como criança andar de trem!

Dandan Johnes

Psiu

Quando queremos criar silêncio.
Geramos balburdia.
Disciplinados.
Calamos a voz interior.
Num complexo movimento de assimetria. Dissociamos corpo, mente e luz.
Repaginamos nossa energia.
Conduzindo forças antes nunca navegadas.
Nos prendemos a respiração.
Sem se preocupar com seu acontecimento.
Ficamos andando imóveis na imensidão solitária da multidão.
Nossos atos são primários.
Nossas relações também.
Num infinito imaginário vagão de trem.
Diante de toda beleza de um mundo plural.
Ficamos inertes.
Quietos.
Encarando o mundo.

sábado, 26 de julho de 2014

Lições da Copa

Cristovam Buarque destaca declarações do jogador …: http://youtu.be/XaEZ4VYSw9s

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Tem Copa e eu fui...

Ta certo, tive certeza que me senti um turista na minha própria cidade, no estádio do meu time (estádio que eu não fui a favor, mas que irei quantas vezes forem possíveis diga-se de passagem).

Eu, meu pai, meu irmão e meu filho. O Núcleo Corinthiano da família,  realmente faltou meu afilhado, mas teremos mais oportunidades.

O estádio ou arena está fantástico,  facil de chegar e de sair, uma maravilha arquitetônica que comporta mais de 60mil mas sera para 45mil no futuro próximo.

Seu vão livre lhe dá o charme da velha fazendinha, porém comportando muito mais loucos e efusivos torcedores com visibilidade justa para todos.

Voltandp a Copa, a cerveja era um preço justo, refrigerante, água e comida idem. Inclusive muito melhor do que estamos acostumadoa em cinemas, shows e baladas por ai...

O problema mesmo são os torcedores e não estou falando dos hermanos Argentinos, digo mesmo sobre os torcedores de modinha, que vão para desfilar, para beber, para comer, para tirar foto ou falar no celular (a maioria apenas escreve nele), assistir o jogo foi o menos importante para essa maioria o que atrapalha a mim e muitos outros.

Tirando isso e o gol do Di Maria aos 118 minutos, na prorrogação foi tudo estupendo. Valeu a pena, embora eu morreria tranquilo sem...

Beijos

Dan

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Absolutamente Tudo

Descuidos.
Deslizes.
Desatinos.
Desdem.

O que fiz.
O que fui.
O que diz.
Ontem.

Magoa.
Chateia.
Machuca.
Pois bem...

Emperro
Me esmero.
Espero
Meu bem!

Farei.
Como fiz.
Pois assim sou.
Pois assim sei
Ser feliz.

Se erro de novo.
Um novo erro será.
Se acerto agora.
É pra nunca acabar.

Meu desejo.
Seus beijos.
Novos sonhos.
O Amor.

Que tenho.
Que sinto.
Que ganho.
Que dou!

E sou assim por inteiro
Tudo que posso.

Absolutamente Tudo!

domingo, 4 de maio de 2014

Futuro

Colocar a foto aqui.

Quando o futuro realmente chegar download e upload será assim. O descanso merecido será a desconexao plena. Todos terão e exercerão direitos e deveres com igualdade. A forca de vontade nas pessoas sera fator preponderante. E mais do que nunca os famosos pecados capitais serão pecados virtuais igualmente exercidos e também repudiados.
O futuro nós fazemos e para isso precisamos saber que toda causa tem um efeito, toda ação gera uma reação que pode desencadear outras milhares...
Ajudar o próximo, fazer o bem e buscar sentido nas pequenas coisas e acima de tudo entender que a felicidade e a tristeza sempre existiram e não são nem devemos considera-las eternas.
Em suma entender que a vida é feita de algumas escolhas e infinitas perdas.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Me dá que eu quero.
Se demorar, espero.
Quero ouvir seu berro.
Te queimar como Nero.
Meter na gravidade zero!
Dessa vez não erro.

Se me pedir eu faço.
Te tiro o cabaço,
mas antes te beijo e te abraço.
Aperto, apalpo e amasso.
Te encurto a rédea, te enlaço.
Com as pernas e com o braço

E ainda te deixo molhada.
Fora de si, alterada!
De tanto Amor, enxarcada!
Deitada, pelada no nada.
Em plena madrugada.
Pedindo água gelada!

E mesmo que parar, queira.
Te beijo entre as pernas a beira.
Me lambuzo nessa molhadeira.
Me divirto nessa zoeira.
Deitada sob a macieira.
Dessa cobra traiçoeira.

E agora no fim.
Se despede assim?
Sem me dar o seu Tim.
Me deixando afim
De querer mais um sim.
Vê se liga pra mim...

Coisa que fazem bem pra Alma

Tanta coisa faz bem pra Alma, ou pelo mebos dizem que faz, que me pergunto será mesmo?

O que faz bem para a Alma além de praticar a bondade? Num resumo grande e superficial, praticar a bondade tenho visto (pelas respostas de amigos e parentes) ser o melhor para a Alma.

Simples assim, sem necessidade de bordões ou frases de efeito.

Alguns exemplos:

Dizem que cozinhar faz bem pra Alma...
Faz bem pra qurm vai comer, se você fizer com carinho fica melhor e quem come se sentirá vem, independente de quem.

Dizem que praticar esportes (caminhar, correr, bicicletear, futebolizar...) faz bem pra Alma, faz bem pra você,  pro seu corpo, pra sua saúde,  porque teima em desvincular a Alma do ser?

Dizem que estudar,  ler, se auto-erudir faz bem pra Alma, de novo, separão corpo são,  mente sã e a Alma (que pod ser o espírito ou não? ).

Sou um ignorante nesses quesitos religiosos, sei o que ja li, mas não sei tudo, aliás não sei nada. Agradeço aos céus pela chuva, a terra pelos alimentos e a meus pais pela vida, mas de todas as  coisas agradeço por ser um ser animado, e ter vontade própria.

Beijos

Eu

sexta-feira, 18 de abril de 2014

A Mulher de meu destino!

Já me apaixonei diversas vezes.
E me desapontei algumas.
Me despejei em Amores.
Me encontrei em Uma!

Que me da carinho.
Broncas e conselhos!
E mesmo falando mansinho.
Me deixa de joelhos.

Ela é meu abrigo.
E minha muralha de contenção.
Cria pra vida novos sentidos.
Me inspira na imaginação.

Aceita meus amigos.
Com compreensão.
Faz caso de meus inimigos
Me traz proteção.

Posso até estar combalido.
Diz sacanagens e me dá tesão.
Faz dos problema bobagens.
Simplificando a solução.

Atende meus desejos.
Com Beijos e abraços sem fim.
E mesmo com meus devaneios.
Sem eu deixar, cuida de mim!

Se preocupa com os meios.
Pois eles sim são a razão
De chegar em meus anseios.
Nos objetivos de meu coração.

FAÇA TUDO COM AMOR E PAZ
SEM DUVIDAS,  SEM MAS...

quinta-feira, 17 de abril de 2014

No banheiro

Primeiro você sente um arrepio quente, como quem não quer nada acena e se ajeita para se fazer presente.
A volúpia cresce a vontade idem. Começa a transitar pelo seu corpo correntes de frio e calor que você não controla mais, olha pra um lado, olha pro outro, não tem ninguém por perto e voce pega ele, com carinho se ajeita, ajuda as coisas e sem pestanejar procura um cantinho um lugar mais tranquilo onde ambos possam se sentir livres.
De relance uma porta com néon encima a figura de uma dama de saias não te envergonha, segurando ele com força leva ele e adentra o recinto, vazio, escuro,  úmido...
Outra porta e as calças começam a cair, suspiros são soltos a esmo, vai ser aqui vai ser agora... voce tira ele pra fora e...
Ahhhhhhh que alívio!

Pena que voce esqueceu de levantar a tampa. A mulher vai brigar contigo!

Ontem

Enquanto as parades não falam,
As portas não ouvem
E as janelas nao vêem.
Eu lembro de ontem.

Uma tarde agradável,
Seguida de uma noite incrível.
Momento indescritível,
De um ano formidável.

Dois mil e catorze
Tem sido assim.
Com mais altos do que baixos.
Mais o pontos para lembrar
Do que para esquecer.

Um ano que começou surpreendendo.
Que se manteve interessante
Até mesmo antes, do carnaval.
Meses de risos e lagrimas.
Intenso, impreciso, misterioso.
Animal!

Dandan Johnes

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Aos Amigos

Meus amigos.
Me desculpe.

Me desculpem por não acompanhar o crescimento de seus filhos.
Por não ir aos encontros.
Por ter me afastado.
Por ter sugado o quanto pude e agora não dar nada.

Me desculpem por tudo.
Por estar longe.
Por não dar notícias.
Por nem ao menos mandar um e-mail.

Me desculpem de não estar ao seu lado.
Quando houve uma perda.
Quando o time ganhou ou perdeu.
Quando desfez algo importante.
Ou mesmo quando conquistaram algo.

Saibam que mesmo assim os considero como amigos.
Mesmo assim lembro de vocês no fim do dia.
Das bagunças que fizemos.
Das besteiras que escrevemos.
De nossas confidências.
E até as fotos sem vergonha...

Saibam que me lembro de tudo.
E o tempo todo penso que um dia dedicarei mais tempo.
Tempo que não consigo parar.
Tempo que não consigo mudar.
Tempo que não consigo sequer economizar, porque não dá mesmo.

Eu considero todos meus amigos ainda e sempre.
Pois amizade não tem prazo, preço nem proximidade.

Beijos Mil a todos.
Coloridos, doces, perfumados e calorosos.


Dan

sábado, 5 de abril de 2014

Sobre o tempo e a vida!

Nenhuma fórmula provará que o tempo possa ser economizado.
Não existe teoria,  no universo, que te faça guardar o tempo.
Ele simplesmente passa. Voa, some!
Cabe a nós decidirmos se queremos ser velhos ou apenas idosos.
O velho não aprende mais, já sabe de tudo, já teve todas as experiências possíveis nesse mundo.
Ser velho independente da idade que Chronos nos deu. Ser velho é opção as vezes da genética, mas opção!
Já para ser idoso,  basta fazer aniversário, passar mais um ano vivo.
Quero aprender Até minha morte; experimentar coisas e viver com intensidade.
Quero Amar,  como aprendi depois de tanto tempo,  com todos os poros que me pertencem. Não só com intensidade e dedicação, mas com respeito, carinho e admiração. E sentir a retribuição. É fundamental ser Amado também.
Mas só o tempo, senhor de tudo,  zeloso, preciso, piedoso, decisivo que pode me ajudar nisso.
Só ele que tanto vê e tanto faz pode me dar tempo para Viver.
Mas se este me faltar, terminar antes do previsto.
Posso lhes dizer que vivi, no alto de meus quase 40, vivi com muito mais alegrias que tristezas. Com muito mais humor que drama. Com sonhos, realizados ou não, por inteiro mas completo, sem ter perdido a vontade de viver,  de me conhecer e conhecer a todos que me deram a honra de viver comigo.
Posso morrer incompleto,  pois nunca acabarei essa obra chamada vida!
Mas morrerei Feliz e Satisfeito. Amado e Amando!

terça-feira, 1 de abril de 2014

Cansei

E não é mentira...
Cansei da hipocrisia generalizada.
De mentira.
Da ironia desenfreada.
Cansei

terça-feira, 4 de março de 2014

Mais um carnaval...

Menos 4 dias.
Mais trabalho.
Menos tempo.
Mais coisas.
Menos sentimento.
Pra que?
Pra quando?
O que?
Com quem?
Dividindo as dúvidas.
Multiplicando perguntas.
Somabdo incertezas.
Diminuindo mentiras.
Meias verdades são mentiras completas.
O copo esta meio vazio, só porque um dia estava inteiramente cheio.
O prato está meio cheio pois ainda estou me servindo.
Que comece o ano, antes que a bola role e pare tudo... antes que santinhos caiam doa arranha-céus e nos deixa impossibilitado.

Beijos

Dan

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Um começo de ano corrido... ou Um Ano Bom!

Eu costumo dizer que Janeiro e Fevereiro não vale, sempre tem férias e eventos interessantes, muita correria e pouvo tempo pra escrever.

2014 não foi diferente.

Começamos falando de CES, o sonho escondido de todo Engenheiro Eletricista, todo fã tech e eu fui... mais ainda, Vegas baby (como diria meu irmão), vom direito a Balada Top (eu falando isso???), show de rock, apostas, Buffet do Belagio, restaurante modernoso, montanha russa, compras, rota 66, Grand Canyon, Hamburger Heart Attack, Bebedeira, american junk food, café da manga smooth haagen daz com pretzel de Bacon, Ó... foi ducaraleo... simples assim.

Depois Ubatuba, Praia da Fortaleza, casa TOP, completa com piscina, pé na areia e um puta tempo bom... Filhos, Família e Namorada... nada melhor.

Trabalho rendendo frutos. Seu mome correndo no boca a boca de um puta evento de tech nacional, mesmo sem pisar os pés e convite para não faltar no Ano que vem...

Que-fala! andando... a passinhos de bebê, mas andando. Contatos abertos, voluntários, boas previsões.

Superbowl, All Star Weekend, até Corinthians e Palmeiras (primeiro jogo do ano na torcida mesmo) foi bom...

Alguma coisa grande esta por vir. E vai vir, destruidora, avassaladora, gigantesca, épica... vai vir.

Que seja bom para todos nós.


sábado, 15 de fevereiro de 2014

Preguiça

Distante de saber quem eu sou.
Me pego sem saber o que fazer.
Mesmo quando o sol acabou.
Pouco antes dele renascer.

O tempo me deixa onde estou.
Sem forças não tenho o que fazer.
Nessa noite quente me restou.
Ouvir rádio, dormir, ver tevê...

Penso em levantar.
As nuvens acobertam o sol da manhã.
E ele antes poderoso a esquentar.
Agora se esconde de vergonha.

Me procuro em pensamentos salgados.
Não sinto que posso sair.
Nessa grande caixa de sapatos.
Que de casa só chamo pra rir.

As portas não abrem.
As janelas, quietas, apenas sibilam.
O vento que ja foi refém.
De um sol que os raios fugiram.

Agora chove.
Molha o chão.
Pinta a rua de asfalto escuro.
Aquieta meu corpo no colchão.

Meus olhos abertos alcançam o teto.
Não levanto, tento, mas força não acho.
Me sinto o homem de ferro.
Em uma grande cama de aço.

O barulho da água pingando.
Do cachorro miando e do gato que pia.
Os passarinhos motores ligando.
E os carros na rua cheia e vazia.

O cheiro de comida da vizinha.
Me atiça e lembro da fome.
A despensa continua vazia.
E a geladeira com água em dois goles.

O banheiro também me chama.
A escova de dentes, o shampoo e a privada.
Mas preso estou em minha cama.
Preso eu fico em minha casa.

Preciso ao menos me trocar.
Mudar a estação.
entrar logo no eixo, voltar.
Sair desse verão.

A moleza vai passar.
Passo minhas roupas no chão.
Me contorço precoce no ar.
E me sento apoiado nas mãos.

Meus deuses, meus amigos.
Me dêem coragem nesse suplício.
Nunca antes foi tão difícil.
Levantar e fazer o que preciso.

Então finalmente me encontro.
E agora são novas notícias.
Estou caminhando pro tronco.
Levar chicotadas por preguiça.

Minha fiel companheira.
De todas as noites, manhãs, bagunças ou louças para lavar.
Minha preguiça nunca para. Nunca some. Apenas finge não me ver por lá.

Fui!

domingo, 2 de fevereiro de 2014

Mais um Super Bowl

Mais um.

Denver Broncos e Seattle Seahawks.

Dessa vez com meus filhotes.

Direto do Metlife Stadium, pela ESPN.

O que promete ser um dos mais interessantes, em não tendo o grande New York Giants (sem medo de ser redundante).

Vamos ao jogo e que vença o melhor (torcida para Payton Manning).