quarta-feira, 16 de abril de 2014

Aos Amigos

Meus amigos.
Me desculpe.

Me desculpem por não acompanhar o crescimento de seus filhos.
Por não ir aos encontros.
Por ter me afastado.
Por ter sugado o quanto pude e agora não dar nada.

Me desculpem por tudo.
Por estar longe.
Por não dar notícias.
Por nem ao menos mandar um e-mail.

Me desculpem de não estar ao seu lado.
Quando houve uma perda.
Quando o time ganhou ou perdeu.
Quando desfez algo importante.
Ou mesmo quando conquistaram algo.

Saibam que mesmo assim os considero como amigos.
Mesmo assim lembro de vocês no fim do dia.
Das bagunças que fizemos.
Das besteiras que escrevemos.
De nossas confidências.
E até as fotos sem vergonha...

Saibam que me lembro de tudo.
E o tempo todo penso que um dia dedicarei mais tempo.
Tempo que não consigo parar.
Tempo que não consigo mudar.
Tempo que não consigo sequer economizar, porque não dá mesmo.

Eu considero todos meus amigos ainda e sempre.
Pois amizade não tem prazo, preço nem proximidade.

Beijos Mil a todos.
Coloridos, doces, perfumados e calorosos.


Dan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!