quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

CES 2016 - O que não vi, mas ouvi, li e assisti!

Esse ano não fui na CES (não que eu vá todo ano, mas esse ano tirei férias nessa época e nem a oportunidade de ir eu tive), logo não vi nada de perto, não conversei com fabricantes, fornecedores, futuristas, fazedores, ou com os "fodões" da CES.

Muita gente acha que a CES é um passeio, vai lá fica meia horinha e já viu tudo. Ai que está o engano, o risco e a bobagem que você pode cometer. Outros dizem que a CES perde pra IFA, perde para a INFOCOMM ou mesmo para a CEDIA, não meus amigos, CES é diferente, CES só cresce e tem agregado cada vez mais os diversos nichos.

Então direi aqui em algumas linhas o que rolou nessa CES.

Primeiro gostaria de dividir, "tecnologia de ponta" (aquela coisa crua que poucos entendem), "tecnologia aplicada" (alguns conceitos protótipos e tipos de uso) e a "tecnologia vendível" o que a empresa onde eu trabalho muito se interessa pois é o que nossos Encantados encontraram em nossas lojas.

De tecnologia de ponta notamos 5 pontos bem claros:
  1. A continua da diminuição dos circuitos, nanochips, nanosensores, mais processamento em menos espaço.
  2. Melhoria do consumo de energia, seja nos novos circuitos que consomem menos, seja nas baterias um pouco mais evoluídas, em produtores de energia independentes ou bancos de baterias autônomos.
  3. A melhora exponencial dos Displays, QD e Oled vieram para ficar e disputar cada vez mais espaço, deixaram os displays maiores, com mais pixels, mais definição, táteis, flexíveis (essa foi uma das grandes novidades), leves, trazendo uma qualidade muito superior para o público. Se 4K já era uma promessa a dois anos e realidade a 1 ano, hoje 4K está importante para quem gera imagens e para quem transmite a hora é de pensar no sucessor 8K...
  4. Realidade Virtual, principalmente a Imersiva, mais uma vez o que era promessa e Developer Kit em 2015 agora em 2016 é fato. A experiência e as possibilidades se multiplicam na velocidade da imaginação, falarei delas mais a frente.
  5. Desaceleração da inovação disruptiva em dispositivos móveis, principalmente celular e tablets. Ainda tem muita coisa pra inovar, mas a velocidade com que aparecia e a quantidade desacelerou, o que é bem diferente de não ter mais, que fique bem claro.
Com essa tecnologia de ponta toda foi apresentado suas possíveis aplicações, "tecnologia aplicada", alguns em produtos modelo, provas de conceito, outros em produtos finais, a "tecnologia vendível".

Agora os aplicáveis:
  • Automóveis autônomos, não é mais Palo Alto que precisa se preocupar em quem dar a multa caso apareça um bug num carro autônomo (cuidado Ana Maria...). Muitos fabricantes demonstraram seus carros, Ford, Tesla, Mitsubushi, Audi, BMW... todos estão trabalhando seus carros autônomos e os exemplos foram muito interessantes, saindo dos velhos projetos e vídeos, para exemplos de detecção de transeuntes, detecção de tráfego, condução autônoma, display inovadores diretos no parabrisa (como os da Corning, fabricante do Gorilla Glass), alguns displays curvos como nos exemplos do Fod Fusion. A nVidia famosas pelas placas de vídeo também entrou nessa e mostrou seu sistema integrado para carros autônomos, o que facilitará para algumas montadoras...
  • Drones de transporte, foi apresentado o eHang 184, que pode transportar uma pessoa por até 30 minutos chegando a uma velocidade de até 100km/h, sem necessidade de piloto. (dai eu pensei se dá pra levar uma pessoa, dá para fazer um maior e fazer içamento, dá para pensar em um que faça entregas rápidas em regiões localizadas como condomínios interioranos, casas, fazendas... levar algo da sede da fazenda para um curral distante, entregar cerveja na praia...
  •  Vestíveis, aqui podemos incluir quase toda a parte de eHealth, ou boa parte dela, pois o que está melhorando e se tornando mais próximo da realidade o monitoramento da nossa saúde é uma enormidade. Termômetros, Medidores de pressão, de atividade diária, de sono, teste de gravidez, um mundo de coisa e principalmente, de aplicativos para isso, tantos, que acho que já está passando da hora de algum "aglutinador" desenvolver um middleware para que as soluções se conversem, ou ao menos trate as informações de forma mais padronizada.
  • Dispositivos conectados em casa (não vou chamar isso de IoT, pois para mim IoT é tudo), mas cada vez aparece mais dispositivos conectados, porém agora com mais propósitos de ser, refrigeradores, lava e seca, fogão, forno, lareira, ar condicionado, TV, Carro, Piano, Video Game, câmeras, sistemas de irrigação, robôs de limpeza... tudo está mais conectado e a tendência é crescer vertiginosamente.
  • O digital e o físico estão cada vez mais próximos, as fotos e vídeos vão para a nuvem, a experiência prévia da visita em um hotel é virtual, a música está distribuída e o aprender é com ajuda do virtual, a leitura e escrita é física, mas com interface virtual, a tinta é virtual para economizar bateria e o transporte físico pelo ar não é apenas de imagens... Estamos aproximando as coisas.
  • Robôs de telepresença, robôs de entregas (para entregas em condomínios´, hotéis e escritórios por exemplo, robôs de limpeza (já conhecidos)...
Bom, e alguns exemplos disso vocês podem ver nas coberturas da Techtudo (Globo.com), vlogueiros que ganharam a ida das grandes indústrias como Samsung, Sony e LG, jornais e revistas semanais. E até colocarei esses aqui embaixo (mas sem fotos pois não são minhas). Mas tem alguns que poucos vão encontrar esses eu faço questão de chamar de "Achados do Dan" (alguns nem são tão achados assim, mas são importantes, pelo menos no meu conceito colocarei "*"), tentei mapear em alguns grupos, são eles:

Futuristas:
  • eHang 184 - Drone de transporte, até 100kg, chegando a 100km/h um pouco menos de 30 minutos de duração de bateria. Um protótipo dos que mais chamou atenção na feira.
  • Beam Plus - Robôs de telepresença, auxiliam como recepcionistas em eventos, restaurantes, megastores, te levaria aos lugares que você queira dentro de grandes áreas, te mostra a mesa disponível ou reservada, pode ajudar em um shopping ou centro comercial. Também pode ajudar na presença de pessoas virtuais.
  • * Bicicleta inteligente da LETV - tem seta, lanterna/farol, bloqueio anti-furto, um painel guidão (que carrega com a bateria com as pedaladas) e tem radio fm, walkitalk para falar com outras bikes próximas e um gps. Já está a venda na China.
  • Telas, Displays e mais telas: A LG mostrou telas frente e verso, Telas transparentes e telas flexíveis, essas são as mais impressionantes para mim, no futuro teremos revistas com telas multimídia no meio... ou então roupas com propaganda para atletas em telas, roupas de pacientes com informações ao toque de micro telas... Telas em colunas com propaganda - WOW, não é mais uma imaginação ou viagem, é realidade dos próximos tempos.
  • * Force Band Sphero, finalmente poderemos mostrar o poder da força com a tecnologia. Sim é uma pulseira, sim é tecnologia, mas para os ignorantes será o poder da força hahaha, com um bracelete que entende os movimentos do corpo será possível controlar coisas. Já é possível controlar o BB-8, hoje de brinquedo, mas futuramente um dróide (que ainda chamamos de robô como os que contei acima...
    OBSERVAÇÃO IMPORTANTE (o pulo do gato): porque é tão difícil encontrar esses "brinquedos" por aqui, tantos drones, tantas CAM 360 e no Brasil quase nada... Quem vai dar o primeiro passo, quem terá os vendedores mais experientes com isso, quem terá demonstradores e "professores"? Ou melhor culpar a crise, a sorte, a virada da lua ou a mudança do signo.
IoT (era pra ser Internet das Coisas mas parece ser Inteligência das coisas, pois tudo é Smart):
  • * Refrigerador Family Hub da Samsung, um refrigerador inteligente de verdade, esse refrigerador tira uma foto de todos os compartimentos quando fecha a porta do mesmo, com uma tela touch ele disponibiliza as fotos para criar tags virtuais e colocar nos alimentos, como prazo de validade, se determinado produto é para todos ou tem alguma restrição, além de se interconectar com o celular e passar essas informações, ele espelha uma TV Samsung, serve de quadro de avisos matinais, agenda, lista telefônica (imã de geladeira, quem nunca usou???) e também auxilia nas compras com duas lojas integradas no sistema (para os USA).
    OBSERVAÇÃO IMPORTANTE (o pulo do gato): empresas do varejo (e espero que seja a que eu trabalhe), podem se antecipar nas parcerias, criar vínculos, treinar seus técnicos, a instalação não será apenas desmontar portas, torcer para passar no caminho da rua até a cozinha e conectar um ponto de água, precisaremos integrá-la a Internet, configurar, mostrar as principais funções, conectar o smartphone a smartTV e tudo mais. Será não um serviço de instalação, mas um acompanhamento de pós-venda, será a continuação da venda e isso demandará tempo. Por isso nem podemos pensar em apenas entregar esse produto. A instalação deve estar embutida no preço, fazer parte, inclusive com central de suporte paralela ao fornecedor, ou no mínimo alinhado, ISSO SERÁ SAIR NA FRENTE. 
  • Lava e Seca com Add Wash da Samsung, colocou a roupa pra lavar e esqueceu um pé da meia, a calcinha da filha ou a camiseta da escola, não precisa esperar o fim de um ciclo juntar mais roupas e gastar mais água e energia, basta dar um pause e utilizar a porta de Add Wash da nova Lava e Seca Samsung. Também é possível receber informações dos ciclos por um app no celular, mas nesse caso a LG tem uma solução melhor...
  • Lava e Seca LG, com duplo compartimento para roupas (pode colocar as coloridas em um lado e as brancas em outro ou peças delicadas para lavar de uma forma diferente), conta com timer, controle por App (que pode ser uma boa para controle, não só do início como de bloquear que outros coloquem a máquina para funcionar sem ordem, por exemplo lavar os panos de chão em vez de deixar de molho, ou usar a secadora em um dia de sol), também tem um recipiente grande para sabão e amaciante que mantém o produto isolado e não precisa ficar abastecendo sempre.
  • * Chuveiro inteligente - Hydrao, essa empresa francesa apresenta um chuveiro que controla o uso da água, envia dados para um aplicativo e consegue dar sinais luminosos durante o banho do uso conforme configuraçlão prévia e independente de outro dispositivo, como é para ser econômica, produz sua própria energia, isto é, não precisa ligar na parte elétrica (porém não aquece a água, controla a ducha).
  • * Colchão inteligente - Sleep Numbers, na onda do IoT essa empresa lançou um protótipo, mas que ainda no primeiro trimestre já estaria comercial. Ele tem sensores com muito processamento capazes de monitorar a atividade da pessoa durante o sono e inclusive o batimento cardiáco, tem interface Bluetooth com celulares e seu app facilita na configuração inclusive da dureza do colchão com lados independentes, inclusive com o auxilio de outros trackers analisa como foi o dia da pessoa para sugerir uma melhor configuração de conforto no colchão. Preciso muito de um desse!
  • The One - Teclado musical inteligente e Jam Stick Plus Guitar, produtos de empresas diferentes mas com intuito similar, ensinar a tocar, melhorar a experiência de aprendizado e divertir as pessoas. A Guitarra é plugada no tablet e com um midi simula diversos instrumentos, podendo ensinar a tocar na tela e corrigindo o usuário. O teclado também pode ser conectado em um Midi e em outros aparelhos amplificados ele já tem uma base para colocar o tablete que mostra a partitura e se necessário acende as teclas para ensinar a tocar, detalhe, com uma mão, com as duas, com um dedo apenas, guarda as aulas, compartilha com um instrutor e faz games do estilo Rock Band. 
  • picoBrew, a maquininha de cerveja expressa. Sim facilitaram a arte de fazer cerveja com essa "coisa". Você faz a seleção dos elementos, quando eles devem entrar, por quanto tempo, ou seja define sua receita e ela prepara. Não é instantâneo, mas promete entregar em 7 dias seu líquido preferido. Perto do que temos é bem expresso. Como não estive lá para experimentar e os "jornalistas" não testaram, não posso dizer se é boa ou não, mas é interessante.
  • Bamboo Spark da Walco, é um bloco de notas e uma caneta, que anota normalmente as coisas, como quando estávamos na escola/universidade, porém ela consegue já transmitir para o Tablet o conteúdo anotado. 
  • * Babaali Capacetes Inteligentes, capacetes para ciclistas, com um "google glass" para passar informações, microfones embutidos, fones, integração via bluetooth, leds no capacete para setas, luz de freio com acelerômetro no capacete, controle para colocar as setas no guidão e ainda tem uma câmera traseira para ver no visor do óculos. Muito interessante.
Realidade Virtual (Aumentada e Imersiva)
  • * Oculus Rift, o que a dois anos era protótipo, no ano passado era Starter Kit e Developer Kit, esse ano é palpável e comprável, os óculos RIft estão chegando no mercado, com controles de X-Box para de verdade te colocar dentro do jogo, o pouco que vi de um desses óculos me impressionou demais, agora ver o exemplo com os controles abertos que simulam sua mão me fizeram desejar. O futuro chegou, realidade virtual não é coisa para sonhador apenas.
  • Leap Motion, eles desenvolvem realidade virtual e conseguem juntar a aumentada e a imersiva, pois você acredita mesmo estar no ambiente ou que a coisa está no seu ambiente. Muito interessante, só falta criar os hologramas mais verídicos;

Saúde (poderia ser IoT ou Vestíveis, mas preferi assim)
  • Tracker e outros monitores de atividade, Fitbit, Misfits, BenZ1 Huawei, Go Tracker cada um com uma diferença, cada qual com seu app, poucos são genéricos, mas o mais importante é entender que chegaram para ficar. Quer se cuidar, se inscreva na academia e tenha uma pulseira "smart". A maioria conecta no Smartphone via BT, e medem batimentos cardíacos, atividades, movimentos, o sono e afins.
  • Whitings Thermo - um termômetro com 16 sensores que em segundos te indica sua temperatura ao encostar na têmpora, pode ser acompanhado e registrado no seu App.
  • * TempTraq, esse termômetro serve para crianças, como um band-aid você cola ele no corpo da criança e esse dispositivo conectado a um tablet ou smartphone monitora e recebe a informação da temperatura segundo a segundo ou conforme for configurado. Cada tira demora 24 horas (pelos testes 48 horas dos amigos que compraram) e é excelente para quem já teve o filho com febre para monitorar seu pequeno.
  • GT72 Dominator Pro da Tobii, esse notebook com dispositivo da Tobii auxilia pessoas que não tem mobilidade a utilizar o notebook com os olhos, adaptado também para gamers que consegue utilizar mais um dispositivo em jogos, como a mira por exemplo.
  • * Gyenno Spoon, a primeira vista é uma colher, ela não se conecta a nada, não mede nada, mas quando utilizada por alguém com parkson por exemplo, auxilia a não derrubar a comida dela, com ajuda de motores ela equilibra o peso e mantém o alimento na colher, para quem não tem nada, funciona normalmente, para quem tem a doença ela dá autonomia.
  • Comper monitor cardiáco fetal e 1st Response, produtos para a maternidade, o monitor auxilia a acompanhar o bebe enviando dados para um app, o 1st Response é um teste de gravidez de farmácia integrado a um app via BT e durante a espera pode passar informações do que deverá ser feito caso de positivo e depois do resultado auxiliar em caso positivo no pré-natal e em caso negativo em dicas de como engravidar.

Câmeras
  • 360 Fly Cam eles já apresentaram um produto no ano passado, nesse ano eles apresentam um avanço, câmeras 360 graus para gravar filmes em 4K para realidade virtual um excelente passo.
  • Allie Cam Go e GoPro Spherical são outeas duas câmeras 360 graus e de ação.
  • *Hexo+ não é uma câmera, mas sim um Drone, porém é um Drone guiado, ele segue quem porta o smartphone que lhe dá as ordens, ordens de filmar de forma circular, para acompanhar, para dar zoom out ou zoom in. É uma boa para quem precisa de imagens de grua, mas não tem uma.
  • Casio WSD-F10 é um Smartphone, mas seu maior diferencial (além de ser um relógio casio) é transmitir o que a câmera de aventura da Casio está passando e tirar fotos. Integrado a um Smartphone ele é um Weareble com AndroidWear.
Automação Residencial
  • Smarthings Gateway agora é mais do que oficial um produto Samsung. Um gateway para a casa conectada, com ele que a Samsung pretende expandir a casa conectada.
  • ASUS Smarthome, com um gateway a empresa também entra na jogada com dispositivos Zigbee abertos e integrando a casa inteligente.
  • Smartremote 7Hughs eles fizeram um controle remoto para integrar os múltiplos devices, a idéia é boa, mas ainda muito cedo para dizer o que vai acontecer.
  • Sony AR, a Sony tenta com sua TV Android entrar para o controle de Home Automation, apostam na integração via WiFi de controles e um Gateway de mercado.
  • Brillo do Google e Homekit da Apple, eles não estavam lá, assim como eu hehehe, mas ninguém que fale em automação esqueceu da competição dos dois "sistemas" para automação mais comentados, ainda não tem um gateway específico, ainda não tem diversos devices, mas as empresas compraram Nest, Revolv, R2 Strudio entre outras...
Outros
  • Impressora 3D, virou arroz, todo mundo tem... coisa interessante nessa feira foi a impressora da Polaroid (sim a Polaroid está renovada não só com câmeras instantâneas, mas com uma linha de celulares e tablets, além de câmeras de ação, impressoras de fotos e impressora 3D, sendo que o mais interessante na impressora deles é um cartucho (insumo) que imprime como se fosse madeira, pelo o que mostraram, muito realista.
    OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Me pergunto porque a empresa onde trabalho ainda não vende impressoras 3D sendo a vanguarda da tecnologia. Nota mental (Lembrar de questionar o pessoal).
  • Toca discos, Panasonic, Sony e Vitrola apareceram por lá para mostrar que os bolachões estão a toda, alguns até gravam o vinil para o MP3, mas para que?
  • Rif6 Pico Projetor, projetor portátil que faz telas de até 95" (eles dizem mais mas não recomendam), por conta do pequeno porte consome menos, porém tem poucos ansi-lumens em sua especificação.
  • Glyph Fones de ouvido com Òculos, esses fones tem um óculos que mostra uma tela similar a 55", não é de realidade virtual, mas possibilia uma pessoa em uma viagem de trem, ônibus ou avião a assistir seus vídeos, filmes e afins em uma tela grande porém individual, conectando em uma fonte HDMI, o fone pode ser usado com integração Bluetooth. 
  • Unified Home WiFi Network da D-Link, sim, falarei de roteadores e da D-Link, quem me conhece sabe que indicio Apple, mas a D-Link parece que fez a lição de casa e desenvolveu uma dupla de roteadores pensando realmente na cobertura total da casa de seus clientes (devem ter ouvido bastante). é o caso desse conjunto que vem com o AC4300 e AC1300, um é o principal e o segundo é o roteador secundário que cria uma rede expandida, porém garantindo a banda, por ser do mesmo fabricante as chances de isso dar certo aumentam muito e eles informam que o AC1300 pode ser comprado avulso para mais pontos de cobertura. Muito interessante.
Bom é isso ai, espero que tenha colaborado com você que chegou até aqui e me desculpe os erros e a falta de fotos, vídeos e mais detalhes (não estive lá e não quis compartilhar de outros). Quanto a links das empresas. O Google pode te ajudar. Espero estar mais "próximo" nas próximas...

Compartilhem, divulguem e enviem por e-mail para seus amigos, mas se possível deixe meu nome ai ou faça ao menos uma mençãozinha... Se for para um trampo... pode deixar sem mesmo.

Abs.

Danibron

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!