sexta-feira, 27 de maio de 2016

Viagem...

Poltrona 11.
Quase duas horas sentado.
Não é só meu corpo que viaja.
Minha mente vai mais longe.
O que vamos fazer para alcançar o sucesso, essa é a primeira pergunta de tantas que já me fiz nesse par de horas.
Que sorte dei de encontrar mulher tão interessante, cheia de vida e Amor!
Energia solar realmente vai ser um bom negócio?
Fechei a janela da sala ontem à noite?
Por que não sou amigo do Chico Buarque? Queria fazer teatro só pra encenar Opera do Malandro, Rent...
E dançar, acho que vou aprender a dançar.
Malditos estupradores e seus atos desumanos.
Saudade dos meus filhos...
Se eu fosse um desenho, acho que seria engraçado.
O Uruguai deve ser bem legal. Bonito parece ser.
E se colocar um pouquinho de pimenta calabresa na batata...
Sede!
Tem uma luz no alto.
Relógio, temperatura, relógio, temperatura, relógio.
Acho que vou escrever.
Nossa quanto tempo, quase 3 meses...
É vou escrever, mas o que?
Viagem, não só estar sentado à quase duas horas, dois igual a par, vou usar isso. Será que alguém lê? Além de mim? É ego demais achar que sim? Bom, a propaganda parei, mas alguém deve passar aqui, mesmo que desavisado.
Será que minha filha um dia vai achar A besteiras do pai, e o Pedro o que ele vai achar?
E o sucesso? E a energia?
Que sorte ter a Ju do meu lado. Janela da Sala, música do Chico, porque gosto tanto, influência? Queria dar risada com ele. Ja pensou eu no palco e a dança nos 40 anos, o mundo não é um clipe?
Não vou falar disso fico triste com essa merda. Deixa eu pensar em coisa boa. Filhos, saudade deles, imagina eu de Brutus quem seria a Olívia, a Olívia? Uruguai, batata, relógio, 22 graus Celsius.
Já deu de escrever?
Que viagem...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!