quarta-feira, 6 de julho de 2016

Na estrada.

De um lado da estrada.
Não vejo, nem ouço nada.
Olho pra direita e vejo o por do sol.
Olho pra esquerda e tudo está escuro.
Em vez de gritar, apenas sussurro...
"Tem alguém aí???"
Num susto súbito chega a resposta.
"Não, alguém não, apenas solidão"
Piso na pista, pé ante pé.
Não acredito em muitas coisas.
Mas sabe como é...
Quero saber quem responde?
Essa voz vem de onde?
E de um pensamento outra afirmação.
"De onde? Responde? Não..."
Falo mais alto: "Quem está aí?"
"Saia, mostre a cara, não adianta fugir!"
Silêncio.
Sol posto.
Vejo meu rosto na sombra da lua.
A sombra se mexe.
Mas eu estou parado!
E agora? O que é isso?
Olho pra lua, será que ela está caindo.
Imóvel.
Olha na estrada, de novo, nada.
Olho pro outro lado.
Um futuro atrasado.
Estou lá a conversar comigo.
Me perguntando, tem alguém aí?
E de pronto penso, não respondo.
Vai começar de novo...
"Sim!"
Fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!