segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Obrigado! (Mulheres Mudam o Mundo)

A algum tempo venho pensando como eu agradeceria uma premiação se eu fosse contemplado com alta graça ou parabenizado por algo. E de todas as formas a que eu sinto mais calor em meu coração e uma melhor energia circulante em meu corpo é agradecendo as mulheres, essas pessoas grandiosas que vivem num mundo machista e desigual, mas que mesmo assim tem a coragem e a dádiva de por outras pessoas no mundo, mesmo as que não podem ou não querem são corajosas de enfrentar esse mundo ainda adverso para elas.

E nesse dia 31 de outubro, final do mês rosa decidi parar para escrever um pouco e me lembrar delas.

MULHERES MUDAM O MUNDO!

Se eu fosse laureado como esportista reconheceria Maria Ester Bueno, Maureen Maggi, Jack Silva, Magic Paula, Ana Moser, Formiga, Rosana, Marta, Fofão, Fernanda Venturini, Scheila, Fabizinha, Mari, Fabiana Murer, Professora Márcia Pacheco e tantas outras respirações esportivas que tive e tenho.

Se fosse agraciado com um prêmio de belas artes, agradeceria Fernanda Montenegro, Fernanda Torres, Marília Pera, Débora Falabella, Adriana Esteves, Ana Paula Arósio, Giulia Gam, Mallu Mader, Ingrid Guimarães, Cristiane Oliveira, Professora Marli e Professora Nakai por exemplo, graça e tamanho carinho com o público e com os papéis encenados e apresentados.

Já se fosse um prêmio pela verborragia que sai de meus dedos, agradecemos Cora Coralina, Clarice Lispector, Cecilia Meireles, Lygia Fagundes Telles, Ana Maria Machado, Nélida Piñon, Renata Correa, Eliane Brum e professora Neuzinha que tanto amava a literatura e tantas outras escritoras, poetizas, pensadoras, nunca chegarei aos pés delas dada a grandiosidade

Poderia agradecer para cada papel que eu fosse agraciado, cientistas, médicas, políticas, advogadas, pintoras, cozinheiras uma infinidade de posições. A minhas pupilas que ensinei e ensino, discuto concordo, divirjo, aprendo, recebo e dou carinho. 
Mas no final agradeceria as mulheres de minha vida: Minhas professoras, Marcia, Marli, Neuseli, Neusinha e Minhas Amigas que sempre me trataram com carinho e ouviram minhas besteiras, Cristiane (mulher do meu compadre) e a Pri (que ouviu muita lamúria) as duas representando todas em especial, com minhas primas Sandra, Rô, Maga, Kátia e Nathália que sempre me deram o ombro, abraços calorosos e muito carinho. Minhas tias diretas ou por escolha Cida, Laís e Marinês por me ajudarem a ter estima e me achar o máximo mesmo nao sendo 1℅ do que elas viam. A minhas avós, Elza, Antônia e Dona Helena por me darem carinho a qualquer momento e conselhos valorosos. A minha filha Catarina que me escolheu para aprender a ser seu pai, a minha primogênita Beatriz que me ensinou o que é o Amor Incondicional, a minha mulher Juliana que me atura, que me conhece profundamente e reconhece em mim o que nem eu vejo. E principalmente a minha mãe, Dona Lia, que me deu tudo, me deu a vida, me deu e me dá Amor Incondicional, educação e força em todas as situações.

Pra todas, por todas, esquecendo sempre de algumas (me desculpem), eu digo muito obrigado, Amo vocês!

Muitos beijos, doces, coloridos, perfumados estalados...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!