quarta-feira, 21 de junho de 2017

A espera da viagem...

Você não é avaliado pelo o que você é ou fez.
Não conseguem e não acham possível te avaliar pelos resultados e conquistas.
Para o mundo você é o que você aparenta ser, o que você mostra naquele tempo e nas suas redes sociais.

Você não receberá justiça quando se sentir enganado, ludibriado, atingido...
Você receberá a lei. E aprenderá que ela é feita com o viés do mais forte, do mais poderoso e do mais endinheirado (que é o substrato do poder), então não espere justiça espere legalidade, coisas as vezes até opostas.

Mas o pior mesmo é achar que você será feliz. Tem gente que corre para alcançar a felicidade e não entende (e aparentemente nunca entenderá) que a felicidade é um estado de espírito, um momento que passa e mesmo que quando este momento for repetido de forma idêntica muito provavelmente não trará o mesmo resultado. Isso porque você já não será o mesmo da primeira vez. E grandes chances de micro-frustracoes, que afligiram sua confiança.

Igualmente é o Amor, a infelicidade, a tristeza e todos os sentimentos que vejo aqui.

Muitos tentam incutir nas pessoas, um mundo binário, ser ou não ser, pior, ter ou não ter (impossível não lembrar da propaganda da tesourinha, "eu tenho você não tem"...),  apenas para controlar melhor a manada. Te fazem acreditar que as diferenças são importantes, de cores, de valores, de conhecimento, de entendimento... depois lutam para ter igualdade. E quase sempre apontando o que é pior e não o que é melhor ou suficiente.

Confundimos o urgente com o importante. Criamos superlativos para ser muito mais ou bem menos de coisas que simplesmente são.

Vocês, humanos, que aqui habitam, são estranhos.
Se acham importantes e donos desse mundo.

Espero em breve conseguir partir, espero só curarem meus peixes voadores interplanetarios, arrumarem pedra sabão o suficiente para levarmos daqui que eu deixo esse lugar. Parto com a dor de ter desaprendido o que é harmonia e paz!

Beijos, abraços, língua e mãos!!!

Danibron

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!