quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Egocêntricos & Coitadinhos!!!

Ta cada vez mais chato ouvir ou ler algumas coisas. Cada vez pior. 

Acho que é a quinta ou sexta pessoa que fala comigo (pelos multi-meios ou pessoalmente) e reclama: "Isso só acontece comigo...", "Eles me odeiam...", "Só faz isso pra me fuder...", "Eu só me fodo...", "Devo ter nascido com a bunda no inferno..."(essa pra mim foi nova) e outras coisas do gênero. 

Tudo por causa de trabalho, de uma tarefa, de uma ocasião, de um encontro que a namorada teve, de uma enrabada "justa" diga-se de passagem, que a pessoa toma do chefe. Mas a necessidade de se achar injustiçado parece ser cada vez maior. 

Dai a pessoa diz, "eu vou desistir desse carro", ou, "vou largar essa empresa, eles estão fudidos sem mim", ou ainda"esse cara não vale nada, o que eu faço com ele". 

Quer saber mesmo minha opinião ou só quer desabafar? Pois eu sei só ouvir, mas me avisa que não posso comentar nem tentar te mostrar outras visões e possibilidades do que aconteceu. 

Uma coisa é certa, o universo não gira em torno de você, as pessoas fazem o que são melhor para elas, e geralmente você não está nos mesmos planos do que os delas quando algo sai do seu "roteiro de previsibilidade". A pessoa inclusive não sabe ou não soube do seu roteiro, você lembra de ter conversado com ela antes de criticar? Lembra de ter pedido que "entregue a coisa no dia x, sem falta"? Pois bem, as coisas fogem ao nosso controle e nem por isso somos os seres mais azarados do mundo.

Por isso defendo a idéia de pensar nas várias possibilidades e tê-las como factível. Para saber o que fazer, para evitar ao máximo os imprevistos e mesmo assim eles acontecerão, você terá que pensar porque não pensou nisso, o que vai fazer para contorná-lo e depois que tudo estiver bem, vá pensar em justiça... Pois normalmente, quando tudo estiver bem, aquilo se tornará insignificante. 

Desistir é sempre a forma mais simples de resolver uma situação, o caminho mais curto. Mas as consequências não, essas são muito piores na enorme maioria das vezes, são os buracos traiçoeiros do caminho mais curto. Desistir de um trabalho, desistir da tarefa, desistir de uma pessoa, desistir de um relacionamento é Bem mais Fácil do que lutar para mantê-lo. Dizer que fez tudo e que não conseguiu é Bem mais Fácil do que tentar inventar algo novo, do que batalhar com unhas e dentes por aquilo, do que manter a esperança viva.  Já diziam os grandes inventores: "Criar é Difícil, Destruir é fácil".

Mas as consequências dessa desistência são extremamente desfavoráveis. O trabalho imposto para se resolver as situações que muitas vezes nem sabemos se realmente queremos é muito maior, as penúrias que sofremos são muito maiores, as mágoas que guardamos se tornam eternas e as lembranças ruins sempre nos põe pra baixo. 

Eu sei pois já fiz isso. Já achei que existia uma conspiração contra mim (e virou mexeu pensou em coisas desse tipo), que as pessoas não gostam de mim e por isso me deixam de lado (coisa que me deixa muito puto), mas na real sou eu que não vi o problema de outras perspectivas, com outros parâmetros, nos olhos da outra pessoa, sou eu que não vi "ESSA" possibilidade e como fui FRUSTRADO no meio do roteiro de mundo ideal, em vez de assumir a bronca, jogava (ou jogo) a culpa nos outros. 

Mas como diz o velho deitado, "Mais vale se arrepender por ter feito algo do que por nunca ter tentado". 

Então acho que deveríamos sempre Pensar em todas as POSSIBILIDADES, até mesmo nas mais estranhas e com menor chance de acontecer, pois são elas que nos derrubarão, ser sempre Fiel a seus princípios, seja Honesto, NÃO Minta por nada (nada mesmo e se mentir resolva a situação depois, senão ficará essa mancha eterna), NÃO Magoe, principalmente propositalmente e aprenda a Perdoar e a Pedir Perdão

Não acredito num senso comum de justiça, nem mesmo num bom senso coletivo, fosse assim teríamos um candidato eleito, cada pessoa vê o que quer ver dos "presidenciáveis" e desse continuísmo descabido de 16 anos. 

Mas paradoxalmente, acredito na bondade das pessoas, acredito na vontade das pessoas de mudar, mesmo as que não conseguem ou se iludem que mudaram. Acredito na possibilidade de uma convivência harmônica e pacífica. Acredito no AMOR e isso mais do que tudo me faz crer que teremos Dias Melhores pra Sempre

Podemos até chegar no fundo do posso e ainda assim cavarmos mais um pouco ou podemos pensar que enquanto não estão nos cobrindo de terra, temos a possibilidade de tentar sair, de escalar, de ao menos parar de cavar, o nome disso pode ser esperança, crença, fé e devemos mantê-la sempre viva. 

Adaptando um pouco o velho deitado:
"Para uns o copo pode estar meio vazio de água, para outros o copo pode estar meio cheio de água, para poucos o copo estará completo de elemento vital, água e ar, 100% tomado SEMPRE"

E mais, existem pessoas boas, mas eu, EU SOU FODA.

-- 
Continue a Nadar... Continue a Nadar... 


(O título estava muito forte)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!