segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Banho de chuva, pois assim sou Eu.

Me dei conta de que não adianta brigar pelas coisas. 
Mas que não podemos abrir mão de nossa convicção.
Não posso forçar ser algo que não sou.
Menos ainda querer esconder o que sou.
Sob pena de me machucar sozinho e ficar estatelado no chão.
Algumas pessoas dizem que nós mudamos,
que quando estavam juntos de nós não éramos assim.
Engano delas, éramos assim sim e muito.
Talvez não com essa liberdade de espírito.
Ou então com essa pseudo-auto-confiança.
Mas éramos essa mesma pessoa, que gosta, que curte, que ama.
Pode ser que a chuva tenha tirado um pouco da tinta,
que escondia tudo isso em mim, na minha pele, no meu rosto.
As marcas falsas de uma tranquilidade inatingível.
As mostras ou ações fáceis de uma mente perturbada.
Se o sono não nos dá o ar da graça, sonhar não cabe mais.
Se a dor do amor perdido se disfarça, sem graça nos deixa pra trás.
Mas ainda assim, vivemos. Um dia de cada vez.
Lembranças marcadas em nossa memória, falha por vezes.
Sã quando necessária, delatora quando deixamos nos abater.
E se hoje ela me diz que é melhor procurar outro alguém.
Assim, na lata, na bucha, dizendo em tom blasé:
- Você pode pegar qualquer uma. É só sair sedução você tem.
Me dou o direito de ficar p. da vida ou mesmo chateado.
Pois isso é o que menos queria ouvir, isso me joga pra baixo.
Mas a culpa é minha, eu deixei tomarem conta da minha alegria.
Sou culpado por me dedicar na hora errada, pelo menos acho.
Poderia ter feito desde o começo, ta bom eu sei que não poderia.
Mas mesmo assim não me arrependo. E se a vida é uma roda...
Que gire e escolha o lugar de parar, só não me peça para descer.
São nas horas de fracasso que damos valor ao sucesso.
Que reconhecemos nossos medos, e nossa vida realmente muda.
É isso que farei, mudarei, me transformarei, e serei melhor.
Continuando a Amar, pois assim sou Eu.
Continuando a Acreditar, pois assim sou Eu.
Dando valor ao tempo e as pessoas, pois assim sou Eu.
Começando, planejando, executando e colhendo os frutos.
Pois assim sou Eu.

Um comentário:

Pode meter a boca!