sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Síntese, comigo não tem funcionado

Meu poder de síntese anda bem pequeno.

Pensando bem, não sei se um dia eu o tive, pois sempre fui verborrágico e agora ando "tecladorrágico" como li no comentário de uma das leitoras do Salada, um dos excelentes Blogs que acompanho.

Para corroborar com essa dúvida, lembrei de algumas frases que já utilizaram comigo:
- "Tá, volta para a história"
- "Foca no principal"
- "Onde você quer chegar com isso..."

Pois é, tem coisas que temos que assumir as vezes, mesmo sendo um defeito, senão nunca iremos trabalhar isso, tentar melhorar. Preciso agora entender o que fazer com isso. Como resumir melhor minhas idéias, ser mais objetivo.

Me corrijam os mais teóricos leitores deste universo, mas acho que essa é uma questão de prática, perseverança e treino, o problema foi de não ser um leitor voraz desde a infância/adolescência, comecei a ler MESMO, com vontade a pouquíssimo tempo, não por falta de oportunidade pois isso era o que não faltava, com a biblioteca que tinha em casa é até vergonhoso dizer isso (Pai sociólogo e Mãe pedagoga) o preguiçoso era eu mesmo. Mas tomei gosto e espero que escrevendo mais (como tenho feito aqui) e lendo mais eu chegue a níveis aceitáveis de síntese e poupe amigos, familia, blogueiros, reviewers, leitores e colegas de trabalho de tanto "embromation".

(Será que esse foi mais um?)

Beijos


--
Continue a Nadar... Continue a Nadar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!