quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Noite dia corridinho...

Faço tudo?
Ou faço nada?
Fica quieta.
A madrugada.
Me responde,
nao se esconde!
Quero sua
opinião.
Me ajude
não se mude.
Cuspa o fogo
do dragão.
Noite alta.
Clara lua.
Vou na sua.
Imensidão.
A distância.
Nos separa.
Fica a tara.
E o tesão.
Me encontro
atrevido,
embebido
com torpor.
Não esqueça
que ainda guardo,
Nesse peito:
- Muito Amor!


Leinad Johnes (27/01/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!