quarta-feira, 9 de março de 2011

E eu lá sei...

De novo

assim,
não dá,
não posso,
ficar
longe de mim.

Sem sofrimento,
nem vou dramatizar,
passando cada momento,
sem poder me declarar.

Puto,
triste,
magoado,
chateado.
As pessoas
nao percebem.
Que nos deixam
agoniados.

To de saco cheio.
Não quero mais saber.
Sei que a vida é boa.
Mas cansei de me abater.
Por coisas tão tolas.
Coisas que não quero ver.
Tudo tão a toa.
Tudo pra me fuder.

Quero que parar de pensar.
No que vai acontecer.
Preciso voltar a tocar.
Sem previsão do querer.
Pois e novo irei nadar.
E continuar a correr.

Continue a nadar.
Mas não deixe de viver...

Daniel (agora - 14:40 9/3/11)

Continue a nadar... Continue a nadar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!