terça-feira, 2 de agosto de 2011

Amor e Paixão (tradução espontânea)

Paixão é fogo, duradouro ou passageiro,
Aquece o peito, inflama e se disfarça...
Delírio d'alma, rasga mente e o corpo inteiro,
Capaz de machucar, ferir e fazer graça.

O Amor é a brisa perfumada, matinal,
Um arco-íris em um tom de ternura,
Porto seguro, nossa luz essencial,
Protege e causa felicidade pura.

A sucessão da Paixão é devastadora
É o amor, em um perpétuo encantamento...
A tempestade da Paixão é marcadora,
O sopro de Amor traz contentamento.
   
Mas, nem sempre a Paixão leva ao Amar...
E, nem sempre no Amor temos Paixão...
Mas os dois teimam em se juntar
Em instingante emaranhado de sedução...

O que eu mais quero é para sempre equilibrar
Paixão e Amor com a mesma emoção...
Quero de Amor a tua vida entrelaçar
E de Paixão quero me dar, sem restrição


Tradução espontânea: Daniel Bronzeri Barbosa
Original: Amore e Passione

2 comentários:

  1. Daniel

    Que bom seria se soubéssemos equilibrar ou se existisse uma fórmula capaz de fazer com os dois sentimentos caminhassem sempre juntos...
    Infelizmente, não há.
    A meu ver, é na ausência de um deles, que muitos relacionamento terminam.
    Triste...

    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Michele,

    Não acho possível viver apaixonado.
    Pelo contrário acho inviável.
    Conseguimos sim ser notável.
    Dar Amor e carinho e ser sempre namorado.
    Como uma bola que não para de quicar.
    Preservar a relação viva.
    Sexo, carinho, e atenção ativa.
    E nunca deixar de Amar!

    Baci per te,
    Dan

    ResponderExcluir

Pode meter a boca!