sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Quem não muda, muda...

”Eu prefiro ser esta metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”

Hora cozinho, hora como.
Uns dias prefiro a florida primavera.
Nos uma cromática tarde de outono.
Não prefiro dormir.
Mas as vezes morro de sono.
Adoro Sexo, mas as vezes quero Amor.
Que atire a primeira pedra.
Quem nunca sentiu prazer na dor.
Hora estudo e devoro livros.
Hora não quero nem pensar.
Um dia me deixo ser seduzido.
No outro saio pra caçar.
As vezes ousado e metido.
Outras tímido até no olhar.
Quando faço, completo, consigo...
Quando não foi o que tinha que dar
Acredito em tudo que digo.
Mas as vezes tenho que me duvidar.
As vezes agudo, outras obtuso.
Mas sempre confuso no Amar.

Dan

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!