sexta-feira, 29 de junho de 2012

Paz e Amor, seja pra quem for.

Os homens se matam.
Pois desconhecem o Amor.
Se não plantarmos carinho.
Só colheremos a dor.

Se prezo viver em sociedade.
E quero pessoas onde eu for.
Nao posso me prender a vaidade.
E me posicionar como observador.

Tenho que ser mais janela.
E bem menos atirador.
Proteger nossa integridade.
Respeitando o opositor.

Defender liberdade e igualdade.
De boca cheia e sem pudor.
Salvamos a amizade.
Em vez de armas, palavras.
E muitos gestos de Amor.


Daniel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!