quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Estourei a cota...

Estourei a cota.
A cota do ano.
A cota de subversão.
De subvenção.
Baguncei o cotidiano.
Acabei extrapolando.
Aguentei só.
Por muito mais tempo.
Corpo mole.
Dias quentes.
Dias lentos.
Sem snobe.
Mas aparecendo.
Na chuva correndo.
No seco, lendo.
Não tirei a nota.
Repeti.
Me fudi.
Perdi a cota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode meter a boca!